"Há enorme potencial no mercado árabe", diz ministra
CI
Imagem: Marcel Oliveira
OPORTUNIDADES

"Há enorme potencial no mercado árabe", diz ministra

Tereza Cristina acredita que a parceria pode ser ainda mais sólida com a possibilidade de exportar mais produtos
Por: -Eliza Maliszewski

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, participou do Fórum Econômico Brasil e Países Árabes, promovido pela Câmara Árabe nesta quarta-feira (21). Durante o evento ela destacou a parceria entre o Brasil e os países do bloco árabe e disse que “enxerga enorme potencial para o  crescimento do comércio agrícola brasileiro com países árabes. O foco das novas relações é a qualidade e a segurança alimentar”, definiu.

A ministra acredita que a pandemia aumentou as exigências de controle sanitário na produção de alimentos e nisso o país se destaca. O Brasil é o maior exportador de proteína halal do mundo, aquela produzida dentro dos padrões exigidos pela religião muçulmana. 

Em abril deste ano ela já havia declarado a cooperação entre as nações durante o encontro com 51 embaixadores de países árabes. “Na agricultura, temos um país que produz muito, o Brasil, e um mercado em que existe uma confiança entre a agricultura brasileira e os consumidores dos países islâmicos. E nós vamos continuar perseguindo esse bom entendimento”, disse na oportunidade.

Agora Tereza Cristina acredita que a parceria pode ser ainda mais sólida com a possibilidade de exportar mais cacau, algodão e frutas, frescas e secas, para essas nações. Atualmente o Brasil vende frango, carne bovina, açúcar e grãos como milho, arroz e um pouco de soja.  “Mas não somente as exportações fazem da parceria com os países árabes uma parceria promissora, a possibilidade de investimentos, desde infraestrutura no Brasil até a instalação de empresas brasileiras do ramo agropecuário nos países árabes, também é um fator que anima”, enfatizou.  

Veja o que mais publicamos sobre o assunto nesta semana:

"Brasil atende segurança alimentar de países árabes", diz Bolsonaro

Brasil e países árabes negociam US$ 12 bilhões 

Exportações de grãos para árabes devem aumentar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink