Alface

Alface/Cepea: menor qualidade e redução da oferta elevam cotações em SP

Ao mesmo tempo, segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, as vendas aumentaram, devido ao clima mais quente
Por:
83 acessos

As cotações das alfaces estão em alta nas regiões de Ibiúna e Mogi das Cruzes (SP), refletindo a menor da oferta, já que produtores reduziram o transplantio nos últimos meses.

Ao mesmo tempo, segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, as vendas aumentaram, devido ao clima mais quente. Além disso, a qualidade das folhosas de algumas roças piorou, em decorrência das chuvas das últimas semanas.

Em Mogi das Cruzes, inclusive, ocorreram casos de queima de borda, queima de miolo e doenças bacterianas. Já em Ibiúna, foram observadas pintas e vira-cabeça em algumas lavouras, reflexo do clima quente e seco na maior parte de outubro. Assim, entre 6 e 10 de novembro, a crespa teve média R$ 7,88/cx com 20 unidades em Ibiúna, alta de 22,7% frente à média da semana anterior.

Em Mogi das Cruzes, a variedade teve média de R$ 9,80/cx com 12 unidades, aumento de 12% na mesma comparação.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink