CENOURA/CEPEA: Chuvas causam descartes e preço sobe mais de 10% no cerrado mineiro

Cenoura

CENOURA/CEPEA: Chuvas causam descartes e preço sobe mais de 10% no cerrado mineiro

Combinação de chuvas volumosas com temperaturas elevadas em Minas Gerais nos últimos dias favoreceu a incidência de mela e nematoides nas cenouras
Por:
833 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente

A combinação de chuvas volumosas com temperaturas elevadas em Minas Gerais nos últimos dias favoreceu a incidência de mela e nematoides nas cenouras do Cerrado Mineiro, levando a descartes de parte das raízes e reduzindo a oferta do produto. Além disso, as precipitações retardaram o ritmo da colheita desta safra, que já vem diminuindo em função da proximidade do fim. Assim, entre 19 e 23 de novembro, o preço da caixa com 29 kg de cenoura “suja” subiu 10,4% frente ao da semana anterior, para a média de R$ 17,00.

Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, o menor ritmo das atividades de campo pode adiar para janeiro o encerramento da safra de inverno, que é esperado para dezembro. Como no próximo mês as variedades de verão já começam a ser colhidas, deve haver uma sobreposição entre as duas temporadas. Além dos danos às raízes colhidas, colaboradores do Hortifruti/Cepea afirmam que a chuva excessiva também dificulta a germinação das sementes recém-cultivadas. Deste modo, o percentual de replantio aumentou bastante no Cerrado.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink