Com aplicação do Inoculante Micorrízico produtividade no trigo chega a 21%

Micorrízico

Com aplicação do Inoculante Micorrízico produtividade no trigo chega a 21%

A colheita realizada em 13 de novembro de 2018 resultou em grande vantagem na área inoculada com o Rootella BR em relação à testemunha
Por:
741 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente

O Rootella BR, primeiro inoculante à base de fungo micorrízico arbuscular (FMA) da espécie Rhizophagus Intraradices, registrado no Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento– MAPA, já demonstra seus efeitos positivos na cultura do trigo. A colheita realizada em 13 de novembro de 2018 resultou em grande vantagem na área inoculada com o Rootella BR em relação à testemunha.

Foi na fazenda Canhadão, do proprietário Gilberto Mattana, localizado no município de Sertão (RS), que foi registrado um considerável aumento de produtividade.

Houve alguma alteração de adubação ou mantiveram-se os padrões conforme recomendação do Agrônomo?
GM - Mantivemos os padrões agronômicos.

Com quanto tempo após semeadura você começou a perceber diferença nas plantas inoculadas com Rootella BR?
GM - Em apenas 15 dias após o plantio percebemos diferenças no tamanho.

O que mais lhe chamou a atenção durante o ciclo das plantas que foram tratadas com Rootella BR em relação às plantas sem tratamento?
GM - Um maior número de raízes, maior grossura do caule, folhas mais escuras, maiores e principalmente altura de planta, que variavam entre 5 a 10 centímetros em relação a testemunha.

E qual foi sua produtividade na área semeada com Rootella BR?
GM - 52,3 sacas na área inoculada com Rootella BR contra 43 sacas na 
área testemunha. Nove sacas a mais por hectare.

Vai utilizar o inoculante para próximas culturas ou safras?
GM - Sim! O produto surpreendeu e pretendemos usar em toda a área na próxima safra de trigo e soja.

“Fizemos as aplicações do Rootella BR no trigo conforme as recomendações da empresa e obtivemos esse excelente resultado. Agora, estamos confiantes que a produtividade do milho, que já em estágio R6 na região de Passo Fundo, deverá alcançar patamares de produtividade em dois dígitos percentuais”, comenta Claiton Santos, representante comercial da NovaTero, sediado em Passo Fundo (RS).

A NovaTero, empresa sediada em Joinville, é a primeira e única empresa do Brasil a obter o registro, sob n° 22902 10000-0 do Ministério de Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA), para comercialização de um inoculante à base de fungo micorrízico arbuscular (FMA) da espécie Rhizophagus Intraradices. A aplicação é feita em 120 gramas por hectare em tratamento de sementes com concentração de 20.800 propágulos por grama.

Para o diretor comercial da NovaTero, Rodrigo Moreira, os procedimentos de aplicação são simples. “Estamos convencidos da eficiência desses micro-organismos inteligentes quando inoculados no tratamento de sementes. Estamos recebendo, de diversas regiões do Brasil, informações de clientes que utilizaram Rootella BR nessa safra de soja, afirmando diferenças nas plantas inoculadas, conforme nossa instrução.”

Para ver ler a sobre a publicação do registro clique aqui

Raiz de trigo ao lado esquerdo tratada com inoculante. Lado direito, raiz da planta testemunha com tratamento padrão da fazenda.

Mais informações – info@novatero.com.br

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink