Como a República Tcheca erradicou a PSA
CI
Imagem: Pixabay
DOENÇA

Como a República Tcheca erradicou a PSA

País europeu é um dos poucos que conseguiu eliminar a doença em seu território
Por: -Eliza Maliszewski

O primeiro caso de Peste Suína Africana (PSA) na República Tcheca foi em 2017 e o último em abril de 2018, em porcos selvagens encontrados mortos. Não chegou a ser registrado nenhum caso em suínos domésticos.

O país adotou algumas medidas que barraram a propagação do vírus. Inicialmente foi adotada uma vigilância precoce com monitoramento e pesquisa em carcaças de suínos selvagens, bem como definida a área de caça. A caça e a alimentação de porcos selvagens eram estritamente proibidas na área infectada. Algumas medidas que impediram a migração de porcos selvagens como cercas elétricas e redução desses animais em zonas de alto risco por caçadores treinados e adotando regras de biossegurança. 

VEJA: Nova técnica detecta PSA

Para prevenir a doença em suínos domésticos foram proibidos todos os movimentos de porcos e produtos domésticos, inspeções oficiais de todas as fazendas de suínos direcionadas à biossegurança e uma ampla campanha de informação pública.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink