Indicador do arroz sobe após seis semanas em baixa
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,046 (0,55%)
| Dólar (compra) R$ 5,60 (-0,69%)


Arroz

Indicador do arroz sobe após seis semanas em baixa

Ainda há pouca disponibilidade de arroz no mercado
Por:
804 acessos

Após seis semanas em queda, o Indicador ESALQ/SENAR-RS, 58% grãos inteiros subiu 1,46% entre 20 a 27 de fevereiro, fechando a R$ 35,24/sc de 50 kg na terça-feira, 27. Isso porque, apesar do avanço da colheita da safra 2017/18, ainda há pouca disponibilidade de arroz no mercado, visto que o produto da temporada 2016/17 está com poucos orizicultores.

Desta maneira, agentes consultados pelo Cepea estiveram voltados para os níveis de preços e liquidez dos leiloes de PEP (Prêmio para o Escoamento de Produto) e Pepro (Prêmio Equalizador Pago ao Produtor) realizados pela Conab no último dia 22. Assim, no mercado spot de arroz em casca, apenas produtores com necessidade de “fazer caixa” disponibilizaram lotes na última semana. Do lado comprador, indústrias consultadas pelo Cepea seguem apontando para o fraco desempenho das vendas de beneficiado aos grandes centros consumidores, devido à concorrência com o arroz importado.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink