Novamente um dia sem vendedores de milho
CI
Imagem: Nadia Borges
MERCADO EXTERNO

Novamente um dia sem vendedores de milho

Na Argentina os preços recuam novamente
Por: -Leonardo Gottems

O milho brasileiro para exportação tem novamente um dia sem vendedores e os preços se mantiveram igual, segundo informações da TF Agroeconômica. “Pelo quinto dia consecutivo os vendedores ficaram ausentes do mercado. Mais uma vez só houve prêmios dos compradores. Como resultado, os preços FOB do milho brasileiro em Santos/Tubarão, para agosto e setembro não foram cotados; outubro manteve US$ 298, novembro caiu para US$ 283 e dezembro para US$ 285/tonelada. Para embarques em Barcarena e Itaqui-MA, outubro e novembro recuaram para US$ 277/t”, comenta.

No Paraguai os preços subiram, colheita atingiu 64% e será maior que a anterior. “Acompanhando a queda dos preços, mais indicações retiradas foram observadas durante o dia de segunda-feira em relação à sexta-feira passada. Todos os mercados apresentaram números ligeiramente inferiores, o que limitou o interesse de venda durante o dia. A mudança mais importante está ocorrendo na indústria de etanol local, que está ampliando cada vez mais a diferença de preços entre as qualidades dos produtos, devido ao grande volume de lotes com problemas que estão sendo observados. Mas em geral, para as qualidades padrão de cada mercado, a queda foi de cerca de 5 USD/MT, o que limitou os movimentos durante o dia”, completa.

Na Argentina os preços recuam novamente. “Com a alta dos prêmios e queda de 1,86% em Chicago, os preços equivalentes do milho argentino que utilizam navios Handysize nos portos do UpRiver voltaram a recuar para os embarques de agosto e setembro para o equivalente a US$ 260/t e outubro foi cotado a US$ 263. Todos os demais meses não receberam cotação. Para os embarques em navios Panamax, nos portos oceânicos de Bahia Blanca e Necochea, outubro foi cotado a US$ 280; e todos os demais meses também não foram cotados”, indica.

 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.