Poder de compra da avicultura se reduz pelo 2º mês consecutivo

FRANGO

Poder de compra da avicultura se reduz pelo 2º mês consecutivo

Alta nas cotações dos dois principais insumos do setor, milho e farelo de soja, e a estabilidade nos preços do frango vivo
Por:
210 acessos

A alta nas cotações dos dois principais insumos do setor, milho e farelo de soja, e a estabilidade nos preços do frango vivo têm reduzido o poder de compra da avicultura pelo segundo mês consecutivo, conforme apontam pesquisas do Cepea. O destaque é para a relação frente ao milho, uma vez que o preço do cereal já subiu mais de 10% neste mês e atingiu o maior patamar de 2019.

Os preços do frango vivo vêm se mantendo elevados desde julho, dado o equilíbrio entre a oferta reduzida de animais e a procura controlada por parte dos frigoríficos. No mercado de milho, as demandas interna e externa aquecidas aliadas à retração de vendedores mantêm os preços em alta. Quanto ao mercado da semana, apesar do período de final de mês, os valores da carne de frango reagiram nos últimos dias.

Segundo colaboradores do Cepea, a melhora na competitividade da proteína frente às carnes substitutas, suína e bovina, tem aumentado a liquidez e aquecido as vendas. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink