Queda nos preços reduz atratividade na produção de arroz
CI
Imagem: Pixabay
ANÁLISE

Queda nos preços reduz atratividade na produção de arroz

Há dificuldade em encontrar demanda para o arroz brasileiro, diante da menor renda e da perda de poder aquisitivo de grande parte da população
Por: -Aline Merladete

A diminuição no consumo interno e as exportações aquém do esperado no acumulado de 2021 resultaram em elevação dos excedentes domésticos de arroz em casca e também pressionaram os valores de comercialização no Brasil. Segundo pesquisadores do Cepea, há dificuldade em encontrar demanda para o arroz brasileiro, diante da menor renda e da perda de poder aquisitivo de grande parte da população.

Conforme dados do Cepea , diante disso, no campo, a rentabilidade ao produtor está negativa, inclusive sobre os custos operacionais, de acordo com cálculos do Cepea, o que torna a produção menos atrativa ao orizicultor, que, nos últimos anos, registrou margens de apertadas a negativas. Nesse cenário e com estoques em patamares elevados, o Brasil tem condições – e necessidade – de exportar e atender à demanda internacional do arroz em casca em 2022, o que, por sua vez, poderia sustentar os preços nacionais ao longo do ano. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.