Cercosporiose (Cercospora fusimaculans)
CI

Cercosporiose

(Cercospora fusimaculans)

Culturas Afetadas: Sorgo

Sinônimos: Cercospora sorghiPassalora fusimaculans, Phaeoramularia fusimaculans

A cercosporiose é encontrada em áreas onde predominam condições quentes e úmidas, durante o ciclo da cultura. Esta doença pode causar danos na área foliar do sorgo em cultivares suscetíveis.

Danos: Os sintomas aparecem, principalmente, após o florescimento. As lesões nas folhas são alongadas, limitadas pelas nervuras e de coloração vermelho-escura ou amarelada, dependendo da cultivar. O sintoma típico consiste no aparecimento, no interior das lesões, de pequenas áreas necrosadas circulares, dando à lesão a aparência de uma corrente ou de um rosário.

Bioecologia: O fungo sobrevive no solo em restos de cultura infectada, em plantas remanescentes de sorgo, em sementes e em espécies de sorgo silvestre. Condições quentes e úmidas favorecem o desenvolvimento e a disseminação do patógeno. O fungo é disseminado pelo vento e pela chuva.

Controle: A cercosporiose é controlada eficientemente pela rotação de culturas e pelo uso de cultivares resistentes. Recomenda-se o uso de produtos defensivos registrados para a cultura.

Fotos



Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.