Avaliação da eficácia da pulverização eletrostática por via aérea no controle de pragas do algodão


Agronegócio

Avaliação da eficácia da pulverização eletrostática por via aérea no controle de pragas do algodão

74 acessos

Com o objetivo de se avalia r níveis de controle e eficácia da aplicação de inseticidas no controle de pulgões (Aphis gossypii), lagarta das maçãs (Heliothis virescens) e spodoptera (Spodoptera frugiperda) na cultura do algodão (variedade ITA 90), empregando aeronave agrícola dotada  de sistema eletrostático operando com 9100 V e 350  mA, realizou-se experimento na região de cerrado no Município de Pedra Preta – MT, na fazenda Farroupilha, com o uso desta tecnologia.    As pulverizações foram realizadas com aeronave modelo EMB-202-A equipada com pontas TX-6,  aplicando-se os produtos Laser 400 SC (Benfuracarb) e Lannate (Methomyl), respectivamente nas doses de 0,6 e 1,0 L p.c.h-¹ a, com pressão de 483 kPa (70 lb.pol-²), volume de calda de 10 L.h-¹ a, faixa de deposição efetiva operacional de 15  m e velocidade de aplicação de 110 mph. A temperatura no momento da aplicação era de 28°C, com umidade relativa de 58% e velocidade do vento entre 1,38 e 1,94 m.s-¹. Utilizou-se água com pH de 5,8. Foram escolhidas aleatoriamente 5 sub áreas de 2,70 x 10 m  dentro de um talhão de 80 ha e nestas sub áreas foram coletadas 3 plantas para a amostragem das populações de pulgões pré existentes. O mesmo procedimento nas áreas sem aplicação (testemunha) foi adotado e 3 DAT (dias após tratamento) realizou-se nova amostragem determinando-se os níveis de controle obtido. Complementando o monitoramento dos padrões de pulverização, foram distribuídos papéis hidrosensíveis instalados com suportes aterrados com hastes metálicas a 1 m de altura do solo, colocados no meio da cultura. Os resultados das amostragens, realizadas utilizando -se software e-Sprinkle, indicaram depósitos com densidade média de 26,610 gotas/cm², DMV 132,68  mm e DMN 86,96  mm. As análises de eficácia de controle com o uso do sistema de aplicação aérea eletrostática apresentaram os seguintes níveis: Para pulgão (Aphis gossypii) 69% e 87 % respectivamente colônia e pulgão indivíduo; Para lagarta das maçãs  (Heliothis virescens) 100% e 66 % respectivamente para lagarta grande e ovo. Paraspodoptera (Spodoptera  frugiperda) 87%, 100% e 82 % respectivamente para lagarta pequena, lagarta grande e ovo. Esse tratamento foi considerado eficiente.

Veja o artigo na integra clicando aqui.

Autores: MONTEIRO,M.V. , CARVALHO, W.PA.   e  BAESSO, R.N.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink