Já pensou em sorgo na safrinha?

Imagem: Divulgação

ESPECIAL

Já pensou em sorgo na safrinha?

Cereal é boa opção em relação ao milho por janela de plantio maior e exigir menos água
Por: -Eliza Maliszewski
2911 acessos

A colheita de soja avança pelo Brasil e já é hora de planejar a safrinha. A opção mais comum é o milho. O último levantamento da Conab aponta que o clima gerou atrasos na janela ideal de plantio mas o preços aquecidos devem manter a estimativa nacional do plantio do milho, considerando a primeira, segunda e terceira safras, na temporada 2019/20, com crescimento de 0,2% em comparação a 2018/19 e resultar em uma produção de 98,7 milhões de toneladas.

Para manter a janela produtiva o milho deve ser plantado até 25 de fevereiro. Depois deste período uma boa alternativa tem sido o sorgo, que pode ser implantado na lavoura até 15 de março. O cereal apresenta muitas vantagens ao produtor de granífero e o de forrageiro, utilizado na produção de silagem.

A principal característica é a rusticidade. O sorgo resiste bem ao estresse hídrico, ao contrário do milho. O plantio de sorgo na safrinha tem avançado no Brasil Central, oferecendo cobertura verde nas épocas em que os solos dos Cerrados ficam quase sempre expostos ao excesso de radiação solar e às fortes chuvas. O cereal fornece ao produtor uma receita adicional no período da entressafra. O sorgo é também uma ótima opção para a rotação de culturas, principalmente nos casos de ocorrência de problemas fitossanitários, pois quebra o ciclo das doenças e pragas do trigo e do milho, culturas também plantadas no mesmo período. A palhada também fica por muito tempo no solo, auxiliando o plantio direto.

Atualmente Goiás é o maior produtor nacional, com produção estimada em 1,09 milhão de toneladas. Na safra 2019/2020, a Conab estima que o Estado representará 44% da produção de sorgo do País. O sorgo também vem conquistando mercado para fabricação de alimento animal. Já na pecuária, o crescimento se dá devido aos investimentos em confinamentos, pois utilizam o sorgo como matéria-prima para alimentação de bovinos, suínos e aves.

Conversamos com o Diretor de Produção e Comercial da Sementes Jotabasso, Airton Francisco de Jesus, sobre as vantagens do sorgo na safrinha.

Agrolink: em primeiro lugar o que o produtor deve levar em consideração para o sucesso na lavoura safrinha?
Airton:
para o sucesso da lavoura de safrinha, em primeiro lugar, devemos realizar um excelente planejamento, levando em consideração a janela de plantio mais adequada para cada cultura.
 
Agrolink: na Região Sul, grande parte do milho primeira safra se perdeu com a estiagem e os produtores vão apostar forte na safrinha. Como a semente deve ser escolhida de forma a ter mais produtividade e menos perdas com estresse hídrico?
Airton:
uma das limitações da segunda safra é a deficiência hídrica que ocorre nas fases reprodutivas das culturas. Para manter altos tetos produtivos devemos plantar, no caso do milho que é a cultura principal, até a data de 25 de fevereiro. Após este período, a melhor opção é a cultura do sorgo, que pode ser estendido plantio até 15 de março.

Agrolink: quais as vantagens do sorgo para a safrinha e condições necessárias para cultivo?
Airton:
as principais vantagens do plantio do sorgo são a menor exigência em umidade do solo (50% em relação ao milho); menor custo de produção; o sistema radicular extremamente agressivo, com isso tendo papel fundamental na reciclagem dos principais nutrientes e a demanda cada vez maior pelo grão, que é utilizado como ração animal. Ainda com sementes selecionadas no tratamento industrializado de sementes (TSI) há o benefício do controle de pragas, com destaque para o percevejo barriga verde.
 
Agrolink: que outras culturas podem trazer renda ou diversificação na safrinha?
Airton:
culturas como aveia, trigo, milheto, brachiária podem ser utilizadas, porém, o rendimento de cada uma delas irá sempre variar de acordo com as características de cada região.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink