Bula Terraclor 750 WP - AMVAC

Bula Terraclor 750 WP

CI
Quintozeno
808703
AMVAC

Composição

Quintozeno 750 g/kg

Classificação

Tratamento de Sementes
Fungicida
5 - Produto Improvável de Causar Dano Agudo
III - Produto perigoso
Não inflamável
Não corrosivo
Pó molhável (WP)
Contato

Caixa de papelão contendo internamente saco plástico com capacidade para 1, 5 e 10 Kg;

Saco plástico duplo contendo 1 e 5 Kg;

Barrica de fibra contendo 20, 25 e 50 kg;

Tambor metálico contendo 20, 25, 50, 100 e 200 Kg.

INSTRUÇÕES DE USO

TERRACLOR® 750 WP é um fungicida de ação de contato, protetor, que contém 750 g/kg de QUINTOZENE, pó molhável, para ser utilizado no tratamento de sementes, visando o controle de fungos nas culturas recomendadas na bula.

MODO DE APLICAÇÃO

TERRACLOR® 750 WP pode ser aplicado às sementes por via seca ou via úmida.
O tratamento deve ser feito em tambor rotativo ou outro equipamento que possibilite uma distribuição homogênea do produto.
Via seca: misturar o produto tal como se apresenta, na dose recomendada, até que haja distribuição homogênea nas sementes.
Via úmida: fazer previamente uma pasta de TERRACLOR® 750 WP com a dose indicada e 0,5 litros de água. Diluir a pasta formada em quantidade de água suficiente para umedecer levemente as sementes.
NOTA: Existem no mercado, máquinas especialmente desenhadas para o tratamento de sementes, que proporcionam uma distribuição mais adequada do produto.

INTERVALO DE SEGURANÇA

Intervalo de Segurança não determinado devido à modalidade de emprego.

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NAS CULTURAS E ÁREAS TRATADAS

Não se aplica por se tratar de tratamento de sementes.

LIMITAÇÕES DE USO

Não utilizar as sementes tratadas para alimentação humana, animal ou produção de óleo.

FITOTOXICIDADE PARA AS CULTURAS INDICADAS

Nas doses recomendadas o produto não apresenta fitotoxicidade.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA/MMA.

Incluir outros métodos de controle de doenças (ex. controle cultural, biológico, etc.) dentro do programa de Manejo Integrado de Pragas (MIP) quando disponíveis e apropriados.

O uso sucessivo de fungicidas do mesmo mecanismo de ação para o controle do mesmo alvo pode contribuir para o aumento da população de fungos causadores de doenças resistentes a esse mecanismo de ação, levando a perda de eficiência do produto e conseqüente prejuízo.
Com prática de manejo de resistência e para evitar os problemas com a resistência dos fungicidas, seguem algumas recomendações:
• Alternância de fungicidas com mecanismos de ação distintos do Grupo F3 para o controle do mesmo alvo, sempre que possível;
• Adotar outras práticas de redução da população de patógenos, seguindo as boas práticas agrícolas, tais como rotação de culturas, controles culturais, cultivares com gene de resistência quando disponíveis, etc;
• Utilizar as recomendações de dose e modo de aplicação de acordo com a bula do produto;
• Sempre consultar um engenheiro agrônomo para o direcionamento das principais estratégicas regionais sobre orientação técnica de tecnologia de aplicação e manutenção da eficácia dos fungicidas;
• Informações sobre possíveis casos de resistência em fungicidas no controle de fungos patogênicos devem ser consultados e, ou, informados à: Sociedade Brasileira de Fitopatologia (SBF: www.sbfito.com.br), Comitê de Ação a Resistência de Fungicidas (FRAC-BR: www.frac-br.org), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA: www.agricultura.gov.br)

GRUPO F3 FUNGICIDA

O produto fungicida Terraclor 750 WP é composto por quintozeno, que apresenta mecanismo de ação da peroxidação lipídica (proposto), pertencente ao Grupo F3, segundo classificação internacional do FRAC (Comitê de Ação à Resistência de Fungicidas).