Soja: Mercado externo continua em queda

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Leia nossos Termos de Uso e Termos de Privacidade. Ao clicar em Aceitar & Fechar, você consente com a utilização de cookies.


CI
Imagem: Pixabay
PREÇOS

Soja: Mercado externo continua em queda

Na origem, os mercados brasileiros permaneceram quietos
Por: -Leonardo Gottems

De acordo com informações divulgadas pela TF Agroeconômica, o mercado externo da soja continua em queda. Na China, por exemplo, o Ministério da Agricultura e Assuntos Rurais do país manteve suas estimativas para a soja, com as importações totais para 2020/21 inalteradas em 98,1 milhões de toneladas e a produção interna bruta em 19,61 milhões de toneladas. 

Na origem, os mercados brasileiros permaneceram quietos durante a manhã e aguardaram o lançamento do Wasde do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). “Após  o  lançamento  de  Wasde,  o  valor  de  maio  no mercado  de  Paper  de  Paranaguá,  que  se  manteve estável durante a maior parte do dia, saltou de 4 c/bu para 17 c/bu sobre o futuro de maio, visto que a Olam foi ouvida aumentando os preços de oferta para “testar o mercado ”. O embarque de maio em Paranaguá foi avaliado em US  $  523,5/t,  US  $  0,5/t  menor  no  dia,  já  que  o aumento  dos  prêmios  e  uma  taxa  de  câmbio desvalorizada compensaram a  maior parte  da  queda na CBOT”, comenta. 

O restante da curva desceu ao longo das cotações da Bolsa de Chicago (CBOT). “O embarque de junho em Paranaguá caiu ligeiramente em  1c/bu  para  38  c/bu em  relação aos contratos de julho, equivalendo a US $ 529,00/t, US $ 2,25/t mais baixo no dia. Na China,  compradores  e  vendedores  estavam relutantes em trocar os  preços antes do  lançamento do Wasde. O  indicador  CFR  China  para  embarque  em  maio  da opção mais barata caiu 1 c/bu para 135 c/bu sobre o futuro  de  maio,  equivalente  a  $  567/t,  queda  de  $ 2,25/t no dia”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink