Soja deve chegar a 135,47 milhões de toneladas

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Leia nossos Termos de Uso e Termos de Privacidade. Ao clicar em Aceitar & Fechar, você consente com a utilização de cookies.


CI
Imagem: Leonardo Gottems
DATAGRO

Soja deve chegar a 135,47 milhões de toneladas

Produtores brasileiros já colheram, até o dia 26 de março, 75,1 por cento da área estimada
Por: -Leonardo Gottems

A colheita de soja da safra brasileira 2020/2021 deve atingir uma produção total de 135,47 milhões de toneladas (MT), de acordo com o sexto levantamento da Consultoria DATAGRO. A projeção atualizada dos especialistas, divulgada nesta quinta-feira, 1º de Abril, trouxe pequenos ajustes na estimativa de produção e na área. 

De acordo com o levantamento de Abril da DATAGRO, a produção brasileira da oleaginosa veio um pouco abaixo dos 135,68 milhões de toneladas na comparação com a estimativa do mês de Fevereiro. Em caso de confirmação, esse volume seria seis por cento superior aos 128,19 milhões de toneladas da safra recorde colhida no ano passado (já revisada).

Em relação à área, apontam os analistas da DATAGRO, estima-se 38,90 milhões de hectares (ha) neste novo levantamento. A atualização de Abril elevou ligeiramente em 140 mil hectares a projeção dada pela estimativa anterior, que havia sido de 38,76 milhões de hectares, o equivalente a um avanço de 4 por cento sobre os 37,50 milhões de hectares da safra 2019/2020 (já revisada). 

AVANÇO DA COLHEITA

Desse total, salienta a Consultoria, os produtores brasileiros já colheram, até o dia 26 de março, nada menos que 75,1 por cento da área estimada, contra 65,1 por cento registrados na semana anterior, 80,1 por cento na mesma semana da temporada passada e 72,6 por cento na média dos últimos 5 anos.

“O Brasil encaminha-se para uma grande safra e novo recorde de produção”, conclui Flávio Roberto de França Junior, coordenador de Grãos da DATAGRO.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink