Soja do RS tem valorização e vendas
CI
Imagem: Divulgação
GIRO DOS PREÇOS

Soja do RS tem valorização e vendas

No Mato Grosso do Sul os preços permaneceram iguais,
Por: -Leonardo Gottems

A soja do Rio Grande do Sul teve uma valorização de mais de R$3,00 por saca e 35 mil tons foram negociadas na sexta-feira, de acordo com informações que foram divulgadas pela TF Agroeconômica. “Quanto a colheita, a Emater publicou hoje que 54% do todo já está colhido, bastante atrasada em relação aos 80% do ano passado na mesma época e 73% de média histórica dos últimos cinco anos”, comenta a consultoria. 

Em Santa Catarina, os preços chegam a R$180,00 no porto. “A semana rendeu muito pouco em soja para Santa Catarina, mas os valores se seguraram no alto por todo o período. Apenas 1.000 toneladas foram negociadas hoje no porto de São Francisco do Sul para entrega e pagamento em maio, e olhando pelo resto da semana, não rodou sequer 10.000 toneladas ao todo”, completa. 

Já o Paraná viu altas valorizações, com a saca chega a R$180,00. “Pela manhã, em seu melhor momento, a saca de soja alcançou o ótimo valor de R$180,00 para pagamento em maio. No entanto, não foi um período longo e a maior parte do tempo a saca valeu R$176,00. As  vendas  também  não  saíram  muito  bem:  o  volume negociado  foi  bastante  baixo  com  apenas  1.000 toneladas sendo compradas a R$ 184,00 para pagamento em agosto e depois mais 210 toneladas a R$183,60. Mais  para  a  tarde,  volumes  igualmente  pequenos rodaram  entre  R$179,50  e  R$181,00.  Por  fim,  em Cascavel algo saiu FOB a R$175,00”, indica. 

No Mato Grosso do Sul os preços permaneceram iguais com 20.000 toneladas negociadas. “Não há muito o que se dizer sobre o mercado de soja do Mato  Grosso  do  Sul. O  foco  do  Estado está  no milho, que tem valores mais consistentes. No entanto toda a soja já foi colhida e o que não foi  vendido está apenas esperando  ofertas  boas  o  suficiente.  Essas  20  mil toneladas  compradas  foram  vendidas  pelos  melhores preços  da  semana”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink