Lagarta-desfolhadora (Spodoptera litura)

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Leia os Termos de Uso e a Termos de Privacidade.


CI

Lagarta-desfolhadora

(Spodoptera litura)

Culturas Afetadas: Inhame

Esta lagarta é uma das mais importantes pragas de culturas agrícolas nos trópicos. É uma praga polífaga, com enorme potencial para invadir novas áreas e/ou se adaptar a novas situações climáticas e/ou ecológicas.

Bioecologia: Os ovos de Spodoptera litura são colocados em grupos de várias centenas, na superfície superior das folhas, entre 2.000 a 2.600 ovos, sendo que a oviposição pode variar de 6 a 8 dias. Os ovos podem levar de 2 a 3 dias para eclodir e as larvas dispersam rapidamente. As larvas recém-eclodidas podem ser detectadas pelos sintomas de “arranhões” que elas fazem na superfície da folha. Alimentam-se a noite, ficando escondidas no solo próximo a planta durante o dia. As larvas podem migrar em grandes grupos de um campo para o outro. As larvas passam por seis instares e os estádios finais podem pesar até 800 mg. A fase de pupa ocorre no solo perto das plantas, durando de 7-10 dias. S. litura pode completar até 12 gerações por ano, com uma com duração de um pouco mais de um mês na estação fria e menos de um mês na estação quente.

Danos: Na maior parte das culturas, os danos resultam da extensiva alimentação das larvas, levando a completa desfolha das plantas. Ataca nos estádios de crescimento vegetativo, de florescimento e de frutificação das plantas.

Controle: Esta espécie possui diversos inimigos naturais. O uso de controle químico deve prever a ação específica contra a praga, preservando a população destes inimigos naturais. Recomenda-se o uso de produtos registrados para a cultura.