Queima das folhas (Phyllosticta phaseolina)
CI

Queima das folhas

Mancha de Phyllosticta (Phyllosticta phaseolina)

Culturas Afetadas: Feijão

Phyllosticta phaseolina afeta toda a parte aérea da planta de feijão. O fungo ocorre na América Latina, Europa, Japão, sul da África e Estados Unidos. Em nossas condições, a doença é de importância secundária, mas está presente em quase todas as regiões produtoras de feijão.

Danos: Além das folhas, as lesões podem ser visualizadas sobre os ramos, pecíolos, botão floral e vagens. O sintoma é comumente observado sobre as folhas mais velhas na forma de pequenas manchas angulares, as quais podem coalescer, atingindo 7-10 mm de diâmetro. As lesões possuem coloração clara, com centro necrótico e são circundadas por uma margem avermelhada. O centro das lesões mais velhas geralmente rompe-se e, com ação do vento, as folhas são facilmente rasgadas. Com a evolução da doença ocorre o desenvolvimento de pequenas pontuações pretas (picnídios) sobre a lesão.

Controle: A eliminação dos restos culturais e a rotação de cultura são métodos que auxiliam no controle da doença.  A pulverização da cultura com produtos à base de cobre é bastante efetiva.

Fotos