Bula Redshield 750 - Agrovant

Bula Redshield 750

CI
Óxido cuproso
798
Agrovant

Composição

Óxido cuproso 860 g/kg
Equivalente em cobre metálico 750 g/kg

Classificação

Terrestre/Aérea
Fungicida
4 - Produto Pouco Tóxico
III - Produto perigoso
Não inflamável
Não corrosivo
Pó molhável (WP)
Contato

Abacate

Calda Terrestre Dosagem
Colletotrichum gloeosporioides (Antracnose)
Dothiorella gregaria (Podridão de dothiorella)
Pseudocercospora purpurea (Cercosporiose)
Sphaceloma perseae (Verrugose)

Abóbora

Calda Terrestre Dosagem
Colletotrichum orbiculare (Antracnose)

Aipo

Calda Terrestre Dosagem
Cercospora apii (Mancha da folha)

Algodão

Calda Terrestre Dosagem
Colletotrichum gossypii var. cephalosporioides (Ramulose)
Xanthomonas axonopodis pv. malvacearum (Mancha angular)

Alho

Calda Terrestre Dosagem
Alternaria porri (Mancha púrpura)
Colletotrichum circinans (Mal das sete voltas)
Peronospora destructor (Míldio)
Puccinia allii (Ferrugem)

Amendoim

Calda Terrestre Dosagem
Cercospora arachidicola (Mancha castanha)
Pseudocercospora personata (Mancha preta)
Sphaceloma arachidis (Verrugose)

Banana

Calda Terrestre Dosagem
Mycosphaerella musicola (Mal da sigatoka)

Batata

Calda Terrestre Dosagem
Alternaria solani (Pinta preta grande)
Erwinia carotovora ssp carotovora (Podridão mole)
Phytophthora infestans (Requeima)

Berinjela

Calda Terrestre Dosagem
Alternaria solani (Pinta preta grande)
Colletotrichum gloeosporioides (Antracnose)
Diaporthe vexans (Podridão seca)
Phytophthora capsici (Requeima)
Xanthomonas vesicatoria (Mancha-bacteriana)

Beterraba

Calda Terrestre Dosagem
Cercospora beticola (Cercosporiose)

Cacau

Calda Terrestre Dosagem
Crinipellis perniciosa (Vassoura de bruxa)
Erythricium salmonicolor (Rubelose)
Phytophthora palmivora (Podridão parda)

Café

Calda Terrestre Dosagem
Cercospora coffeicola (Olho pardo) ( veja aqui ) ( veja aqui )
Colletotrichum gloeosporioides (Antracnose) ( veja aqui ) ( veja aqui )
Hemileia vastatrix (Ferrugem do cafeeiro) ( veja aqui ) ( veja aqui )
Phoma costaricensis (Seca de ponteiros) ( veja aqui ) ( veja aqui )
Pseudomonas syringae pv. garcae (Mancha aureolada) ( veja aqui ) ( veja aqui )

Cebola

Calda Terrestre Dosagem
Alternaria porri (Mancha púrpura)
Colletotrichum circinans (Mal das sete voltas)
Peronospora destructor (Míldio)
Puccinia allii (Ferrugem)

Cenoura

Calda Terrestre Dosagem
Alternaria dauci (Mancha de alternaria)
Cercospora carotae (Mancha das folhas)

Citros

Calda Terrestre Dosagem
Alternaria citri (Podridão negra)
Colletotrichum gloeosporioides (Antracnose)
Corticium salmonicolor (Doença rosada)
Diaporthe citri (Podridão penducular)
Elsinoë australis (Verrugose da laranja doce)
Elsinoë fawcetti (Verrugose)
Phyllosticta citricarpa (Mancha preta)
Phytophthora citrophthora (Podridão parda)

Cravo

Calda Terrestre Dosagem
Alternaria dianthi (Pinta preta) ( veja aqui ) ( veja aqui )
Cladosporium echinulatum (Mancha da folha e cálice) ( veja aqui ) ( veja aqui )
Uromyces dianthi (Ferrugem do craveiro) ( veja aqui ) ( veja aqui )

Feijão

Calda Terrestre Dosagem
Colletotrichum lindemuthianum (Antracnose)
Phaeoisariopsis griseola (Mancha angular)
Phyllosticta phaseolina (Queima das folhas)
Uromyces appendiculatus (Ferrugem)
Xanthomonas axonopodis pv. phaseoli (Crestamento bacteriano comum)

Feijão vagem

Calda Terrestre Dosagem
Colletotrichum lindemuthianum (Antracnose)
Phaeoisariopsis griseola (Mancha angular)
Phyllosticta phaseolina (Queima das folhas)
Uromyces appendiculatus (Ferrugem)
Xanthomonas axonopodis pv. phaseoli (Crestamento bacteriano comum)

Figo

Calda Terrestre Dosagem
Cerotelium fici (Ferrugem da figueira)
Colletotrichum gloeosporioides (Antracnose)
Phyllosticta sycophila (Mancha foliar)
Phytophthora nicotianae var. nicotianae (Podridão do fruto)

Fumo

Calda Terrestre Dosagem
Alternaria tenuissima (Tombamento)

Goiaba

Calda Terrestre Dosagem
Colletotrichum gloeosporioides (Antracnose)
Phyllosticta guajavae (Mancha de phyllosticta)
Puccinia psidii (Ferrugem)

Jiló

Calda Terrestre Dosagem
Colletotrichum gloeosporioides (Antracnose)

Maçã

Calda Terrestre Dosagem
Colletotrichum gloeosporioides (Antracnose)
Entomosporium mespili (Entomosporiose)
Monilinia fructicola (Podridão parda)
Venturia inaequalis (Sarna da maçã)

Mamão

Calda Terrestre Dosagem
Asperisporium caricae (Varíola)
Colletotrichum gloeosporioides (Antracnose)

Manga

Calda Terrestre Dosagem
Colletotrichum gloeosporioides (Antracnose)
Elsinoë mangiferae (Verrugose)
Xanthomonas campestris pv. mangiferaeindicae (Mancha-angular)

Maracujá

Calda Terrestre Dosagem
Cladosporium herbarum (Verrugose)
Colletotrichum gloeosporioides (Antracnose)

Marmelo

Calda Terrestre Dosagem
Colletotrichum gloeosporioides (Antracnose)
Entomosporium mespili (Entomosporiose)

Melancia

Calda Terrestre Dosagem
Acidovorax avenae subsp. avenae (Estria vermelho)
Cladosporium cucumerinum (Queima)
Colletotrichum orbiculare (Antracnose)
Pseudoperonospora cubensis (Míldio)

Melão

Calda Terrestre Dosagem
Acidovorax avenae subsp. avenae (Estria vermelho)
Colletotrichum orbiculare (Antracnose)
Pseudoperonospora cubensis (Míldio)

Nêspera

Calda Terrestre Dosagem
Entomosporium mespili (Entomosporiose)
Taphrina deformans (Crespeira)

Pepino

Calda Terrestre Dosagem
Cladosporium cucumerinum (Queima)
Colletotrichum orbiculare (Antracnose)
Pseudomonas syringae pv. lachrymans (Mancha angular)
Pseudoperonospora cubensis (Míldio)

Pera

Calda Terrestre Dosagem
Botryosphaeria obtusa (Podridão negra)
Colletotrichum gloeosporioides (Antracnose)
Entomosporium mespili (Entomosporiose)
Monilinia fructicola (Podridão parda)
Venturia inaequalis (Sarna da maçã)

Pêssego

Calda Terrestre Dosagem
Cladosporium carpophilum (Sarna do pessegueiro)
Monilinia fructicola (Podridão parda)
Taphrina deformans (Crespeira)

Pimenta

Calda Terrestre Dosagem
Alternaria solani (Pinta preta grande)
Colletotrichum gloeosporioides (Antracnose)
Xanthomonas vesicatoria (Mancha-bacteriana)

Pimentão

Calda Terrestre Dosagem
Alternaria solani (Pinta preta grande)
Colletotrichum gloeosporioides (Antracnose)
Phytophthora capsici (Requeima)
Xanthomonas vesicatoria (Mancha-bacteriana)

Quiabo

Calda Terrestre Dosagem
Cercospora abelmoschi (Cercosporiose)

Rosa

Calda Terrestre Dosagem
Diplocarpon rosae (Mancha negra)
Phragmidium mucronatum (Ferrugem das roseiras )

Seringueira

Calda Terrestre Dosagem
Microcyclus ulei (Mal das folhas)

Soja

Calda Terrestre Dosagem
Cercospora kikuchii (Mancha púrpura da semente)
Pseudomonas savastanoi pv. glycinea (Crestamento bacteriano)

Tomate

Calda Terrestre Dosagem
Alternaria solani (Pinta preta grande)
Clavibacter michiganensis subsp michiganensis (Cancro bacteriano)
Colletotrichum gloeosporioides (Antracnose)
Erwinia carotovora ssp carotovora (Podridão mole)
Fulvia fulva (Mancha de clasdoporium)
Phytophthora infestans (Requeima)
Septoria lycopersici (Septoriose)
Stemphylium solani (Mancha de stemphylium)
Xanthomonas vesicatoria (Mancha-bacteriana)

Uva

Calda Terrestre Dosagem
Colletotrichum gloeosporioides (Antracnose)
Elsinoë ampelina (Antracnose)
Greeneria uvicola (Podridão amarga)
Pseudocercospora vitis (Cercospora)

Frasco plástico de 1 L. Bombona plástica de 5, 10, 20, 50 e 100 L.

MODO DE APLICAÇÃO

REDSHIELD 750 deve ser aplicado na dosagem recomendada, em quantidade de calda suficiente para uma cobertura completa e uniforme das plantas a serem tratadas.
Manter a calda de pulverização sob agitação contínua e o registro do pulverizador fechado durante as paradas e manobras com o equipamento de tal forma a se evitar sobreposição nas áreas tratadas.

EQUIPAMENTOS DE APLICAÇÃO

Recomenda-se o uso de pulverizadores manuais, motorizados ou acoplados a tratores com bicos cônicos tipo D2 apropriados para a aplicação de Pó Molhável.
Na aplicação de doses recomendadas em g/100 litros de água, utilizar um volume de calda de 500 a 1000 L/hectare, de acordo com o estágio de desenvolvimento das culturas.
Em CITROS utilizar um volume de calda de 1000 a 2000 litros/hectare.
Por via aérea 50L/hectare, tão somente por empresa especializada, sob orientação de um Engenheiro Agrônomo.
Para aplicações que requerem uso de espalhante adesivo, seguir a dose recomendada do produto a ser adicionado.
Pulverizar uniformemente as plantas, procurando atingir todo o vegetal.

INSTRUÇÕES PARA PREPARO DA CALDA DE PULVERIZAÇÃO

Fazer uma pré-mistura do produto com pouco de água, antes de colocá-lo no pulverizador. Encher ¾ do volume do tanque de pulverização com água e adicionar REDSHIELD 750 mantendo o misturador mecânico ou o retorno em funcionamento e completar o volume do tanque com água. A agitação da calda deve ser contínua durante o preparo e durante a operação de aplicação da calda.

LAVAGEM DO EQUIPAMENTO DE PULVERIZAÇÃO

Somente utilize equipamentos limpos e devidamente conservados. Após a aplicação do produto, realizar lavagem completa do equipamento.

INTERVALO DE SEGURANÇA

Abacate, Abóbora, Aipo, Algodão, Alho, Amendoim, Banana, Batata, Berinjela, beterraba, Cacau, Café, Cebola, Cenoura, Citros, Feijão, Feijão-vagem, Figo, Goiaba, Jiló, Maçã, Mamão, Manga, Maracujá, Marmelo, Melancia, Melão Nêspera, Pepino, Pêra, Pêssego, Pimenta, Pimentão, Quiabo, Soja, Tomate e Uva: Sem restrições*;
Cravo, Fumo, Rosa e Seringueira: Uso não alimentar.
* Os níveis máximos de cobre devem obedecer à legislação específica para contaminantes em alimentos “in natura”, quando aplicável. Intervalo de segurança: sem restrições.

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NAS CULTURAS E ÁREAS TRATADAS

Não há restrição.

LIMITAÇÕES DE USO

Uso exclusivamente agrícola.
O produto, se aplicado nas doses e nas culturas recomendadas, não apresenta fitotoxicidade.
Os usos do produto estão restritos aos indicados no rótulo e na bula.
Quando este produto for utilizado nas doses recomendadas, não causará danos às culturas indicadas.
Restrições de uso para a formulação de pronto uso:
O produto é incompatível com calda sulfocálcica e carbamatos.

AVISO AO USUÁRIO

O produto deve ser utilizado de acordo com as recomendações da bula/rótulo. A AGROVANT COMÉRCIO DE PRODUTOS AGRÍCOLAS LTDA não se responsabilizará por danos ou perdas resultantes do uso deste produto de modo não recomendado especificamente na bula/rótulo. Consulte sempre um Engenheiro Agrônomo. O usuário assume todos os riscos associados ao uso não recomendado.

INFORMAÇÕES SOBRE OS EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL A SEREM UTILIZADOS

Os EPIs visam proteger a saúde dos trabalhadores e reduzir o risco de intoxicação decorrente de exposição de agrotóxicos. Para cada atividade envolvendo o uso de agrotóxicos é recomendado o uso de EPI’s específicos descritos nas observações para preparação de calda durante a aplicação, após a aplicação, no descarte de embalagens e no atendimento dos primeiros socorros.
VIDE DADOS RELATIVOS À PROTEÇÃO DA SAÚDE HUMANA.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA/MMA.

Recomenda-se, de maneira geral, o manejo integrado de doenças envolvendo todos os princípios e medidas disponíveis e viáveis de controle, como os controles: cultural, biológico, microbiano, comportamental, químico, e uso de variedades resistentes, sempre alternando produtos de diferentes grupos químicos com mecanismo de ação distinto.

O uso sucessivo de fungicidas do mesmo mecanismo de ação para o controle do mesmo alvo pode contribuir para o aumento da população de fungos causadores de doenças resistentes a esse mecanismo de ação, levando a perda de eficiência do produto e consequente prejuízo.
Como prática de manejo de resistência e para evitar os problemas com a resistência dos fungicidas, seguem algumas recomendações:
- Alternância de fungicidas com mecanismos de ação distintos do Grupo M01 para o controle do mesmo alvo, sempre que possível;
- Adotar outras práticas de redução da população de patógenos, seguindo as boas práticas agrícolas, tais como rotação de culturas, controles culturais, cultivares com gene de resistência quando disponíveis, etc;
- Utilizar as recomendações de dose e modo de aplicação de acordo com a bula do produto;
- Sempre consultar um engenheiro agrônomo para o direcionamento das principais estratégias regionais sobre orientação técnica de tecnologia de aplicação e manutenção da eficácia dos fungicidas;
- Informações sobre possíveis casos de resistência em fungicidas no controle de fungos patogênicos devem ser consultados e, ou, informados à: Sociedade Brasileira de Fitopatologia (SBF: www.sbfito.com.br), Comitê de Ação à Resistência de Fungicidas (FRAC-BR: www.frac-br.org), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA: www.agricultura.gov.br).

O produto fungicida REDSHIELD 750 é composto por óxido cuproso, que apresenta atividade de contato multi-sítio, pertencente ao Grupo M01, segundo classificação internacional do FRAC (Comitê de Ação à Resistência de Fungicidas).