Bula Argenfrut RV - Agrovant

Bula Argenfrut RV

acessos
Óleo mineral
4605
Agrovant

Composição

Óleo mineral 845.75 g/L Hidrocarbonetos alifáticos

Classificação

Fungicida, Inseticida, Acaricida
III - Medianamente tóxico
III - Produto perigoso
Não inflamável
Não corrosivo
Concentrado Emulsionável (EC)
Contato

Abacate Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Cochonilha
(Protopulvinaria longivalvata)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha
(Protopulvinaria longivalvata)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Cochonilha do coqueiro
(Aspidiotus destructor)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha do coqueiro
(Aspidiotus destructor)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Cochonilha parda
(Saissetia hemisphaerica)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha parda
(Saissetia hemisphaerica)
1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Banana Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Mal da sigatoka
(Mycosphaerella musicola)
10 L p.c./ha 50 a 150 L de calda/ha 30 L de calda/ha (aéreo) Efetuar o tratamento sempre no início do aparecimento da doença, e repetir a cada 2 a 3 semanas. Em caso de chuva após o tratamento, repetir a aplicação Sem restrições As aplicações devem ser realizadas sempre que as condições climáticas se fizerem favoráveis ao desenvolvimento do fungo (estação quente e chuvosa). O volume de calda depende do equipamento utilizado, sendo um volume de 150L de calda / ha quando for aplicação tratorizada e de 50 a 70 de calda / ha quando aplicada por atomizador costal manual
Cacau Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Cochonilha branca
(Planococcus citri)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha branca
(Planococcus citri)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Café Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Cochonilha parda
(Saissetia coffeae)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha parda
(Saissetia coffeae)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Cochonilha parda
(Saissetia hemisphaerica)
9 L p.c./ha 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha parda
(Saissetia hemisphaerica)
18 L p.c./ha 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Cochonilha verde
(Coccus viridis)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha verde
(Coccus viridis)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Citros Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Ácaro da falsa ferrugem
(Phyllocoptruta oleivora)
0,9 L p.c. / 100 L de água 2000 a 4000 L de calda/ha - As aplicações devem ser realizadas com o intervalo de 25 dias Sem restrições A aplicação deve ocorrer quando for detectado o aparecimento da praga, antes que e se caracterize dano econômico. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Ácaro da falsa ferrugem
(Phyllocoptruta oleivora)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 2000 a 4000 L de calda/ha - As aplicações devem ser realizadas com o intervalo de 25 dias Sem restrições A aplicação deve ocorrer quando for detectado o aparecimento da praga, antes que e se caracterize dano econômico. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Ácaro da leprose
(Brevipalpus phoenicis)
0,9 L p.c. / 100 L de água 2000 a 4000 L de calda/ha - As aplicações devem ser realizadas com o intervalo de 25 dias Sem restrições A aplicação deve ocorrer quando for detectado o aparecimento da praga, antes que e se caracterize dano econômico. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Ácaro da leprose
(Brevipalpus phoenicis)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 2000 a 4000 L de calda/ha - As aplicações devem ser realizadas com o intervalo de 25 dias Sem restrições A aplicação deve ocorrer quando for detectado o aparecimento da praga, antes que e se caracterize dano econômico. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Ácaro das gemas
(Eriophyes sheldoni)
0,9 L p.c. / 100 L de água 2000 a 4000 L de calda/ha - As aplicações devem ser realizadas com o intervalo de 25 dias Sem restrições A aplicação deve ocorrer quando for detectado o aparecimento da praga, antes que e se caracterize dano econômico. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Ácaro das gemas
(Eriophyes sheldoni)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 2000 a 4000 L de calda/ha - As aplicações devem ser realizadas com o intervalo de 25 dias Sem restrições A aplicação deve ocorrer quando for detectado o aparecimento da praga, antes que e se caracterize dano econômico. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Cochonilha
(Orthezia praelonga)
0,95 L p.c. / 100 L de água 2000 a 4000 L de calda/ha - As aplicações devem ser realizadas com o intervalo de 25 dias Sem restrições A aplicação deve ocorrer quando for detectado o aparecimento da praga, antes que e se caracterize dano econômico. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha
(Orthezia praelonga)
1,4 L p.c. / 100 L de água 2000 a 4000 L de calda/ha - As aplicações devem ser realizadas com o intervalo de 25 dias Sem restrições A aplicação deve ocorrer quando for detectado o aparecimento da praga, antes que e se caracterize dano econômico. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Cochonilha australiana
(Icerya purchasi)
0,9 L p.c. / 100 L de água 2000 a 4000 L de calda/ha - As aplicações devem ser realizadas com o intervalo de 25 dias Sem restrições A aplicação deve ocorrer quando for detectado o aparecimento da praga, antes que e se caracterize dano econômico. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha australiana
(Icerya purchasi)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 2000 a 4000 L de calda/ha - As aplicações devem ser realizadas com o intervalo de 25 dias Sem restrições A aplicação deve ocorrer quando for detectado o aparecimento da praga, antes que e se caracterize dano econômico. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Cochonilha branca
(Planococcus citri)
0,9 L p.c. / 100 L de água 2000 a 4000 L de calda/ha - As aplicações devem ser realizadas com o intervalo de 25 dias Sem restrições A aplicação deve ocorrer quando for detectado o aparecimento da praga, antes que e se caracterize dano econômico. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha branca
(Planococcus citri)
1,8 L p.c. / 100 L de água 2000 a 4000 L de calda/ha - As aplicações devem ser realizadas com o intervalo de 25 dias Sem restrições A aplicação deve ocorrer quando for detectado o aparecimento da praga, antes que e se caracterize dano econômico. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Cochonilha cabeça de prego
(Chrysomphalus ficus)
0,9 L p.c. / 100 L de água 2000 a 4000 L de calda/ha - As aplicações devem ser realizadas com o intervalo de 25 dias Sem restrições A aplicação deve ocorrer quando for detectado o aparecimento da praga, antes que e se caracterize dano econômico. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha cabeça de prego
(Chrysomphalus ficus)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 2000 a 4000 L de calda/ha - As aplicações devem ser realizadas com o intervalo de 25 dias Sem restrições A aplicação deve ocorrer quando for detectado o aparecimento da praga, antes que e se caracterize dano econômico. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Cochonilha cabeça de prego rosa
(Chrysomphalus dictyospermi)
0,9 L p.c. / 100 L de água 2000 a 4000 L de calda/ha - As aplicações devem ser realizadas com o intervalo de 25 dias Sem restrições A aplicação deve ocorrer quando for detectado o aparecimento da praga, antes que e se caracterize dano econômico. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha cabeça de prego rosa
(Chrysomphalus dictyospermi)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 2000 a 4000 L de calda/ha - As aplicações devem ser realizadas com o intervalo de 25 dias Sem restrições A aplicação deve ocorrer quando for detectado o aparecimento da praga, antes que e se caracterize dano econômico. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Cochonilha escama farinha
(Pinnaspis aspidistrae)
0,9 L p.c. / 100 L de água 2000 a 4000 L de calda/ha - As aplicações devem ser realizadas com o intervalo de 25 dias Sem restrições A aplicação deve ocorrer quando for detectado o aparecimento da praga, antes que e se caracterize dano econômico. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha escama farinha
(Pinnaspis aspidistrae)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 2000 a 4000 L de calda/ha - As aplicações devem ser realizadas com o intervalo de 25 dias Sem restrições A aplicação deve ocorrer quando for detectado o aparecimento da praga, antes que e se caracterize dano econômico. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Cochonilha escama vírgula
(Lepidosaphes beckii)
0,9 L p.c. / 100 L de água 2000 a 4000 L de calda/ha - As aplicações devem ser realizadas com o intervalo de 25 dias Sem restrições A aplicação deve ocorrer quando for detectado o aparecimento da praga, antes que e se caracterize dano econômico. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha escama vírgula
(Lepidosaphes beckii)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 2000 a 4000 L de calda/ha - As aplicações devem ser realizadas com o intervalo de 25 dias Sem restrições A aplicação deve ocorrer quando for detectado o aparecimento da praga, antes que e se caracterize dano econômico. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Cochonilha parda
(Saissetia coffeae)
0,9 L p.c. / 100 L de água 2000 a 4000 L de calda/ha - As aplicações devem ser realizadas com o intervalo de 25 dias Sem restrições A aplicação deve ocorrer quando for detectado o aparecimento da praga, antes que e se caracterize dano econômico. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha parda
(Saissetia coffeae)
1,8 L p.c. / 100 L de água 2000 a 4000 L de calda/ha - As aplicações devem ser realizadas com o intervalo de 25 dias Sem restrições A aplicação deve ocorrer quando for detectado o aparecimento da praga, antes que e se caracterize dano econômico. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Cochonilha pardinha
(Selenaspidus articulatus)
1 L p.c. / 100 L de água 2000 a 4000 L de calda/ha - As aplicações devem ser realizadas com o intervalo de 25 dias Sem restrições A aplicação deve ocorrer quando for detectado o aparecimento da praga, antes que e se caracterize dano econômico
Cochonilha verde
(Coccus viridis)
0,9 L p.c. / 100 L de água 2000 a 4000 L de calda/ha - As aplicações devem ser realizadas com o intervalo de 25 dias Sem restrições A aplicação deve ocorrer quando for detectado o aparecimento da praga, antes que e se caracterize dano econômico. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha verde
(Coccus viridis)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 2000 a 4000 L de calda/ha - As aplicações devem ser realizadas com o intervalo de 25 dias Sem restrições A aplicação deve ocorrer quando for detectado o aparecimento da praga, antes que e se caracterize dano econômico. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Mosca branca
(Aleurothrixus floccosus)
0,9 L p.c. / 100 L de água 2000 a 4000 L de calda/ha - As aplicações devem ser realizadas com o intervalo de 25 dias Sem restrições A aplicação deve ocorrer quando for detectado o aparecimento da praga, antes que e se caracterize dano econômico. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Mosca branca
(Aleurothrixus floccosus)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 2000 a 4000 L de calda/ha - As aplicações devem ser realizadas com o intervalo de 25 dias Sem restrições A aplicação deve ocorrer quando for detectado o aparecimento da praga, antes que e se caracterize dano econômico. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Figo Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Cochonilha
(Asterolecanium pustulans)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha
(Asterolecanium pustulans)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Cochonilha da figueira
(Morganella longispina)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha da figueira
(Morganella longispina)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Maçã Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Ácaro da macieira
(Panonychus ulmi)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Ácaro da macieira
(Panonychus ulmi)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Cochonilha do lenho
(Hemiberlesia lataniae)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha do lenho
(Hemiberlesia lataniae)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Cochonilha do lenho
(Pseudaulacaspis pentagona)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha do lenho
(Pseudaulacaspis pentagona)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Cochonilha escama farinha
(Pinnaspis aspidistrae)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha escama farinha
(Pinnaspis aspidistrae)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Piolho de São José
(Quadraspidiotus perniciosus)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Piolho de São José
(Quadraspidiotus perniciosus)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Pulgão lanígero das rosáceas
(Eriosoma lanigerum)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Pulgão lanígero das rosáceas
(Eriosoma lanigerum)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Pêra Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Ácaro da macieira
(Panonychus ulmi)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Ácaro da macieira
(Panonychus ulmi)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Cochonilha do lenho
(Hemiberlesia lataniae)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha do lenho
(Hemiberlesia lataniae)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Cochonilha do lenho
(Pseudaulacaspis pentagona)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha do lenho
(Pseudaulacaspis pentagona)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Cochonilha escama farinha
(Pinnaspis aspidistrae)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha escama farinha
(Pinnaspis aspidistrae)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Piolho de São José
(Quadraspidiotus perniciosus)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Piolho de São José
(Quadraspidiotus perniciosus)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Pulgão lanígero das rosáceas
(Eriosoma lanigerum)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Pulgão lanígero das rosáceas
(Eriosoma lanigerum)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Pêssego Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Ácaro da macieira
(Panonychus ulmi)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Ácaro da macieira
(Panonychus ulmi)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Cochonilha do lenho
(Hemiberlesia lataniae)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha do lenho
(Hemiberlesia lataniae)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Cochonilha do lenho
(Pseudaulacaspis pentagona)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha do lenho
(Pseudaulacaspis pentagona)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Cochonilha escama farinha
(Pinnaspis aspidistrae)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha escama farinha
(Pinnaspis aspidistrae)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Piolho de São José
(Quadraspidiotus perniciosus)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Piolho de São José
(Quadraspidiotus perniciosus)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Pulgão lanígero das rosáceas
(Eriosoma lanigerum)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Pulgão lanígero das rosáceas
(Eriosoma lanigerum)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Rosa Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Cochonilha australiana
(Icerya purchasi)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha australiana
(Icerya purchasi)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Cochonilha cabeça de prego
(Chrysomphalus ficus)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha cabeça de prego
(Chrysomphalus ficus)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Cochonilha de placas
(Orthezia insignis)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha de placas
(Orthezia insignis)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Cochonilha parda
(Saissetia coffeae)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha parda
(Saissetia coffeae)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Seringueira (Floresta implantada) Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Cochonilha do coqueiro
(Aspidiotus destructor)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha do coqueiro
(Aspidiotus destructor)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Soja Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Mosca branca
(Bemisia tabaci)
3 a 4 L p.c./ha 200 L de calda/ha - Realizar, no máximo 3 aplicações por ciclo da cultura, em intervalos de 10 dias Sem restrições A aplicação deve ocorrer quando for detectado o aparecimento das primeiras ninfas de Mosca-branca, antes que e se caracterize dano econômico
Uva Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Ácaro da macieira
(Panonychus ulmi)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Ácaro da macieira
(Panonychus ulmi)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Cochonilha do lenho
(Hemiberlesia lataniae)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha do lenho
(Hemiberlesia lataniae)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Cochonilha do lenho
(Pseudaulacaspis pentagona)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha do lenho
(Pseudaulacaspis pentagona)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Cochonilha escama farinha
(Pinnaspis aspidistrae)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Cochonilha escama farinha
(Pinnaspis aspidistrae)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Piolho de São José
(Quadraspidiotus perniciosus)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Piolho de São José
(Quadraspidiotus perniciosus)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC
Pulgão lanígero das rosáceas
(Eriosoma lanigerum)
0,9 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas acima de 25ºC
Pulgão lanígero das rosáceas
(Eriosoma lanigerum)
1,4 a 1,8 L p.c. / 100 L de água 1200 a 1500 L de calda/ha - Aplicar com intervalos de 7 a 15 dias, dependendo da incidência da praga Sem restrições Os tratamentos deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Usar esta dosagem de produto comercial em temperaturas abaixo de 25ºC

Frascos plásticos de 1, 5 e 20 litros. Tambor/ bombona de metal/ plástico (PEAD) de 200 e 1000 litros. Tanque plástico com estrutura de metal de 1000 litros. Caminhão-tanque de 15.000, 20.000 e 30.000 litros. Flexicontainer de 23.000 litros.

NÚMERO, ÉPOCA E INTERVALO DE APLICAÇÃO:
Banana: As aplicações devem ser realizadas sempre que as condições climáticas se fizerem favoráveis ao desenvolvimento do fungo (estação quente e chuvosa). Efetuar o tratamento sempre no início do aparecimento da doença, e repetir a cada 2 a 3 semanas. Em caso de chuva após o tratamento, repetir a aplicação.
Citros: As aplicações devem ser realizadas com o intervalo de 25 dias sendo suficientes em período de infestação para o controle anual da praga. A aplicação do ARGENFRUT RV deve ocorrer quando for detectado o aparecimento da praga, antes que e se caracterize dano econômico. A pulverização pode ser feita em qualquer época do ano, de preferência nos horários menos quentes do dia (antes das 10:00h ou depois das 15:00h) e de preferência em dias nublados. Nos dias muito quentes recomenda-se a pulverização no período noturno.
Soja: A aplicação do ARGENFRUT RV deve ocorrer quando for detectado o aparecimento das primeiras ninfas de Mosca-branca, antes que e se caracterize dano econômico. Realizar, no máximo 3 aplicações de ARGENFRUT RV por ciclo da cultura, em intervalos de 10 dias.
Demais culturas: Os tratamentos para controle dos insetos e ácaros recomendados deverão ser iniciados assim que atingir o nível de dano econômico, fazendo aplicações quando houver re-infestação da praga. Recomenda-se inspecionar o pomar quinzenalmente, exceto nos períodos de maior incidência da praga. Nesse caso, inspecionar a cada 7 dias. Em temperatura baixas, a atividade fisiológica das pragas diminui, havendo portanto, necessidade de uma dose maior de óleo.
MODO DE APLICAÇÃO:
Banana: Recomenda-se o uso de pulverizadores manuais, motorizados ou acoplados a tratores. Micronairs para pulverização aérea. Durante o tempo que durar a aplicação deve-se manter constante o funcionamento dos agitadores, bem como a pressão indicada, para assegurar a homogeneidade da emulsão.
Citros, Soja e Demais Culturas: O volume de calda por planta ou por hectare varia conforme o porte e número de plantas por área. Recomenda - se tratamento com alto-volume, para dar boa cobertura às plantas: O produto pode ser aplicado por pulverizadores manuais ou por atomizadores ou pulverizadores tracionados utilizando-se bicos do tipo cone, com pressão de trabalho de aproximadamente 350lb/pol² e velocidade de rotação das pás de 150 r.p.m. Seguir sempre as recomendações do fabricante. Pulverizar uniformemente as plantas, procurando atingir todo o vegetal. Aplicar nos horários mais frescos do dia evitando ventos acima de 10 km/hora, não aplicando em temperaturas superiores a 27 graus centígrados e umidade relativa do ar inferior a 70%, visando reduzir ao mínimo perdas por deriva e evaporação. Durante o tempo que durar a aplicação deve-se manter constante o funcionamento dos agitadores, bem como a pressão indicada para assegurar a homogeneidade da emulsão. INTERVALO DE SEGURANÇA: Sem restrições.
INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NAS CULTURAS E ÁREAS TRATADAS:
Não entre na área em que o produto foi aplicado antes da completa secagem da calda (no mínimo 24 horas após a aplicação). Caso necessite entrar antes desse período. Utilize os equipamentos de proteção individual (EPI) recomendados para o uso durante a aplicação.
LIMITAÇÕES DE USO:
Não pulverizar em períodos de excessivo calor ou de baixas temperaturas (menores que 5°C). Em dias muito quentes, recomenda - se realizar as pulverizações no período noturno. Durante o tempo que durar a aplicação deve-se manter constante o funcionamento dos agitadores, bem como a pressão indicada, para assegurar a homogeneidade da emulsão. Não pulverizar quando a planta estiver sob déficit hídrico ou qualquer outra forma aguda de stress. Produto incompatível com enxofre, captol, captan, dicofol, ditianon, dinitro derivados. É compatível com acefato, azinfos metil, clorpirifós, dimetoato, etion, fentoato, mercaptotion, oxicloreto de cobre e parathion, recomendando-se um intervalo de 1 mês entre aplicação dos dois produtos. O produto não é fitotóxico nas dosagens recomendadas para a cultura indicada.

PRECAUÇÕES GERAIS:
-Produto para uso exclusivamente agrícola.
-Não coma, não beba e não fume durante o manuseio e aplicação do produto.
-Não manuseio ou aplique o produto sem esquipamentos de proteção individual (EPI) recomendados.
-Os equipamentos de proteção individual (EPI) recomendados devem ser vestidos na seguinte ordem: macacão, botas, avental, máscara, óculos, touca árabe e luvas de nitrila.
-Não utilize equipamentos com vazamentos ou defeitos
-Não desentupa bicos, orifícios e válvulas com a boca
- Não transporte o produto juntamente com alimentos, medicamentos, rações, animais e pessoas.
PRECAUÇÕES NA PREPARAÇÃO DA CALDA:
? Caso ocorra contato acidental da pessoa com o produto, siga as orientações descritas em primeiros socorros e procure rapidamente um serviço medico de emergência.
? Ao abrir a embalagem, faça-o de modo a evitar respingos.
? Utilize equipamento de proteção individual - EPI: macacão com tratamento hidrorepelente com mangas compridas passando por cima do punho das luvas e as pernas das calças por cima das botas; botas de borracha; avental impermeável; máscara com filtro combinado (filtro químico contra vapores orgânicos e filtro mecânico classe P2 / ou P3 quando necessário); óculos de segurança com proteção lateral; touca árabe e luvas de nitrila.
? Manuseie o produto em local aberto e ventilado.
PRECAUÇÕES DURANTE A APLICAÇÃO:
? Evite o máximo possível, o contato com a área tratada.
? Não aplique o produto na presença de ventos fortes e nas horas mais quentes do dia.
? Conforme modo de aplicação, verifique a direção do vento de modo a evitar que o aplicador entre na névoa do produto.
? Aplique o produto somente nas doses recomendadas e observe o intervalo de segurança (intervalo de tempo entre a última aplicação e a colheita).
? Utilize equipamento de proteção individual – EPI: macacão com tratamento hidrorepelente com mangas compridas passando por cima do punho das luvas e as pernas das calças por cima das botas; botas de borracha, máscara com filtro combinado (filtro químico contra vapores orgânicos e filtro mecânico classe P2/ ou P3 quando necessário); óculos de segurança com proteção lateral; touca árabe e luvas de nitrila.
PRECAUÇÕES APÓS A APLICAÇÃO:
? Sinalizar a área tratada com os dizeres: “PROIBIDA A ENTRADA. ÁREA TRATADA” e manter os avisos até o final do período de reentrada.
? Caso necessite entrar na área tratada com o produto antes do término do intervalo de reentrada, utilize os equipamentos de proteção individual (EPIs) recomendados para o uso durante a aplicação. ?Mantenha o restante do produto adequadamente fechado em sua embalagem original em local trancado, longe do alcance de crianças e animais.
? Antes de retirar os equipamentos de proteção individual (EPI), lave as luvas ainda vestidas para evitar contaminação.
? Os equipamentos de proteção individual (EPIs) recomendados devem ser retirados na seguinte ordem: touca árabe, óculos, avental, botas, macacão, luvas e máscara. ?Tome banho imediatamente após a aplicação do produto.
? Troque e lave as suas roupas de proteção separado das demais roupas da família. Ao lavar as roupas utilizar luvas e avental impermeável.
? Faça a manutenção e lavagem dos equipamentos de proteção após cada aplicação do produto.
? Fique atento ao tempo de uso dos filtros, seguindo corretamente as especificações do fabricante.
? Não reutilizar a embalagem vazia.
? No descarte de embalagens utilize equipamento de proteção individual – EPI: macacão com tratamento hidrorepelente com mangas compridas, luvas de nitrila e botas de borracha.

PRIMEIROS SOCORROS: procure logo um serviço médico de emergência levando a embalagem, rótulo, bula e/ou receituário agronômico do produto.
Ingestão: Se engolir o produto, não provoque vômito. Caso o vômito ocorra naturalmente, deite a pessoa de lado. Não dê nada para beber ou comer.
Olhos: Em caso de contato, lave com muita água corrente durante pelo menos 15 minutos. Evite que a água de lavagem entre no outro olho.
Pele: Em caso de contato, tire a roupa contaminada e lave a pele com muita água corrente e sabão neutro. Inalação: Se o produto for inalado (“respirado”), leve a pessoa para um local aberto e ventilado. A pessoa que ajudar deveria proteger-se da contaminação usando luvas e avental impermeáveis, por exemplo.

ANTÍDOTO E TRATAMENTO MÉDICO DE EMERGÊNCIA:
Não há antídoto específico. O tratamento é sintomático e deve ser instituído a critério médico, utilizar medicamentos de ação ampla, que modifiquem a toxicocinética e/ou a toxicodinâmica do produto, como o Carvão Ativado (adsorção digestiva) e Purgativos Salinos (catarse). Anti-histamínicos ou esteroides são efetivos no tratamento de processos irritativos. As ocorrências clínicas devem ser tratadas segundo seu surgimento e gravidade, em caso de ingestão, envolve lavagem gástrica, até uma hora após a exposição e/ou o aparecimento dos sintomas de intoxicação, e em caso de exposição por contato, a higienização das áreas do corpo do paciente atingidas, dando atenção especial as regiões que sofreram maior depósito ou que podem reter o produto (cabelo, ouvido, axilas, umbigo, unhas e genitais). Avaliações especializadas do trato respiratório, ocular e dermal podem ser requeridas.
MECANISMO DE AÇÃO, ABSORÇÃO E EXCREÇÃO PARA ANIMAIS DE LABORATÓRIO:
Óleo mineral não tem um mecanismo de ação ou absorção específicos para humanos. A ação do produto pode se dar pela exposição prolongada ao produto ou pela ingestão acidental. A absorção através da pele é praticamente inexistente, o mesmo acontecendo com as paredes gástricas ou intestinais, sendo o produto excretado principalmente através das fezes.
EFEITOS AGUDOS PARA ANIMAIS DE LABORATÓRIO:
O produto tem baixa toxicidade aguda por via oral e dérmica. O produto é um óleo mineral emulsionável, não contendo outros princípios ativos na formulação. Não temos conhecimento de casos de intoxicação com o produto, mas, caso ocorra intoxicação, por ser um óleo mineral os sinais de alerta de intoxicação podem ser vômitos, diarreia e raramente poderá causar desidratação.
EFEITOS CRÔNICOS PARA ANIMAIS DE LABORATÓRIO:
Não se tem observações de efeitos crônicos com o produto.

Este produto é:

( X ) PERIGOSO AO MEIO AMBIENTE (CLASSE III).

- Este produto é Altamente Persistente no meio Ambiente.
- Evite a contaminação Ambiental. Preserve a Natureza
- Não utilize equipamento com vazamento
- Não aplique o produto na presença de ventos fortes ou nas horas mais quentes.
- Aplique somente as doses recomendadas.
- Não lave embalagens ou esuqipamento de aplicador em lagos, fontes, rios e demais corpos d'água. Evite a contaminação da água.
- A destinação inadequada de embalagens ou restos de produtos ocasiona contaminação do solo, da água do ar, prejudicando a fauna, a flora e a saúde das pessoas.
- Não execute a aplicação aérea de agrotóxicos em área situadas a uma distância inferior a 500 metros de povoação e de mananciais de captação de água para abastecimento público e de 250 metros de mananciais de água, moradia isoladas, agrupamentos de animais e vegetação suscetível a danos.
- Observe as disposições constantes na legislação estadual e municipal concernentes às atividades aeroagrícolas.

Qualquer agente de controle de pragas pode ficar menos efetivo ao longo do tempo devido ao desenvolvimento de resistência. Para tanto, deve-se utilizar a rotação de produtos com mecanismos de ação distintos, somente na época, na dose e nos intervalos de aplicação recomendados no rótulo/bula.

A resistência de pragas a agrotóxicos ou qualquer outro agente de controle pode tornar-se um problema econômico, ou seja, fracassos no controle da praga podem ser observados devido à resistência.
O uso repetido do ARGENFRUT RV pode aumentar o risco de desenvolvimento de populações resistentes em algumas culturas. Para manter a eficácia e longevidade do ARGENFRUT RV como uma ferramenta útil de manejo de pragas agrícolas, é necessário seguir as seguintes estratégias que podem prevenir, retardar ou reverter a evolução da resistência:
Adotar as práticas de manejo a inseticidas, tais como:
• Alternância de fungicidas com mecanismos de ação distintos para o controle do mesmo alvo, sempre que possível;
• Adotar outras práticas de redução da população de patógenos, seguindo as boas práticas agrícolas, tais como rotação de culturas, controles culturais, cultivares com gene de resistência quando disponíveis, etc;
• Utilizar as recomendações de dose e modo de aplicação de acordo com a bula do produto;
• Sempre consultar um engenheiro agrônomo para o direcionamento das principais estratégias regionais sobre orientação técnica de tecnologia de aplicação e manutenção da eficácia dos fungicidas;
• Informações sobre possíveis casos de resistência em fungicidas no controle de fungos patogênicos devem ser consultados e, ou, informados à: Sociedade Brasileira de Fitopatologia (SBF: www.sbfito.com.br), Comitê de Ação à Resistência de Fungicidas (FRAC-BR: www.frac-br.org), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA: www.agricultura.gov.br).