Chicago: soja tem 10ª alta seguida

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Leia nossos Termos de Uso e Termos de Privacidade. Ao clicar em Aceitar & Fechar, você consente com a utilização de cookies.


CI
Imagem: Divulgação
PREÇOS

Chicago: soja tem 10ª alta seguida

Os contratos futuros de soja de maio estavam sendo negociados a $ 15,67/bu
Por: -Leonardo Gottems

O mercado da soja continua em alta na Bolsa de Chicago, sendo a 10ª vez consecutiva que os preços sobem, de acordo com informações da TF Agroeconômica. O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) anunciou vendas de 120.000 toneladas para destinos desconhecidos, reafirmando o notável dinamismo na demanda externa. 

“O  óleo  de  soja  apontou  para  novos  aumentos.  A  incerteza  sobre  um  possível  aumento  das retenções  na  Argentina  aumentou  o  espírito  de  alta. 8%  da área plantada nos EUA é esperada, enquanto o tempo levanta alguma preocupação. O mercado de futuros da soja continuou em alta nesta segunda-feira,  com  os  contratos  da  CBOT  sendo negociados mais altos por mais uma sessão - a décima consecutiva  -  na  maior  elevação  de  preço  acumulada no  ano,  já  que  os  fundamentos de  oferta  e  demanda continuam sustentando os preços”, comenta. 

Os  contratos  futuros  de  soja  de  maio  estavam  sendo negociados a $ 15,67/bu no momento desta publicação, 24  c/bu mais  alta  no  dia,  enquanto  os  contratos  mais longos  saltaram  16-18  c/bu,  com  os  contratos  do primeiro mês de julho sendo negociados a $ 15,37/bu. “O  contrato  de  soja  do  primeiro  mês  subiu  11,3%  nas últimas 10 sessões, ante $ 13,81/bu no fechamento do mercado em 12 de abril. Os principais fatores que sustentam a alta do mercado de grãos permaneceram em jogo, como a forte perspectiva de demanda em meio a baixos níveis de estoques e preocupações climáticas, especialmente para a segunda safra de milho no Brasil, que enfrenta condições de seca”, completa. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink