Como está o mercado brasileiro do milho?

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Leia nossos Termos de Uso e Termos de Privacidade. Ao clicar em Aceitar & Fechar, você consente com a utilização de cookies.


CI
Imagem: Eliza Maliszewski
PREÇOS

Como está o mercado brasileiro do milho?

O Paraná tem negócios no norte central a R$ 107,00 e nos Campos Gerais a R$ 102,00
Por: -Leonardo Gottems

No estado do Rio Grande do Sul, a comercialização do milho avançou para 65%, com o mercado rodando em lotes pontuais, de acordo com informações que foram divulgadas pela TF Agroeconômica. “E nessa toada o mercado se manteve no dia de hoje. Com poucos negócios, os compradores mantiveram  as indicações de ontem, e os pouquíssimos lotes apresentados, não valiam menos que R$ 100,00 a saca, na visão do vendedor. Nas indicações, 101,00 para CIF Marau; Arroio do Meio a R$ 98,00 no junho e Tapejara R$ 99,00 no maio. Não ouvimos reportes de negócios”, comenta. 

Em Santa Catarina, a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do estado (Epagri) avaliou que a demanda no Estado ultrapassou 7 milhões de toneladas. Em  declaração  feita  esta  semana,  o  analista  de  socio economia da Epagri, Haroldo Tavares Elias, avaliou que a  demanda  do  Estado  ultrapassou  7  milhões  de toneladas  em  2020,  por  conta  do  crescimento  do mercado de carnes. Para este, “em 2021, em função da quebra  da  safra  catarinense,  será  necessária  a aquisição de mais de 5 milhões de toneladas, vindas de outros estados e do exterior” 

O Paraná tem negócios no norte central a R$ 107,00 e nos Campos Gerais a R$ 102,00. “No  dia  de  hoje,  negócios  rodaram  em  várias localidades, em volumes médios de 2.000 toneladas por lote. No norte central, ao menos 4.000 tons teriam sido negociadas a R$ 107,00 no CIF, entre duas indústrias da região.  Nos  Campos  Gerais,  1.500  toneladas  foram realizadas ao preço de R$ 102,00 a saca, e no sudoeste, o mesmo preço foi visto para pelo menos 600 toneladas”, completa. 

No Mato Grosso do Sul, Dourados novamente apresenta negócios a R$ 95,00 no FOB. “Os  modelos  meteorológicos  preveem  chuvas  pontuais para  este  final  de  semana  no  Mato  Grosso  do  Sul  em localidades  pontuais  ao  leste,  quase  na  divisão  com Goiás,  como  Chapadão  do  Sul,  Chapadão  do  Céu  e Cassilândia. O alivio, infelizmente, deve ser passageiro, e se  restringe  a  poucas  regiões,  onde  no  domingo  o  sol volta a predominar em todo o Estado”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink