Queda nos preços movimenta mercado global de milho
CI
Imagem: Leonardo Gottems
NEGÓCIOS

Queda nos preços movimenta mercado global de milho

Na Argentina, as dúvidas se movem sobre o poder de fogo das exportações do Brasil
Por: -Leonardo Gottems

A atual queda dos preços no mercado internacional de milho provocou uma enxurrada de compras pela Coreia do Sul, de acordo com informações da TF Agroeconômica. “Nos mercados à vista asiáticos, os futuros de milho na bolsa chinesa de Dalian ganharam CNY6/t e foram registrados em CNY 2.786/t ($ 429,67/t)”, comenta a consultoria. 

“Os produtores de ração da Coreia do Sul garantiram mais  volumes  de  milho  para  entrega  em  agosto-setembro hoje, com  a Nonghyup Feed  Inc (NOFI) e  o Major Feedmills Group (MFG) tendo reservado 69.000 toneladas e 203.000 toneladas, respectivamente. Os níveis de preços ainda não foram divulgados até o momento da imprensa, mas os traders esperavam que mais  negócios  viessem  à  luz  nos  próximos  dias, enquanto  a  taiwanesa  MFIG  MFIG  também  fechou  seu  leilão,  comprando  65  mil  toneladas  da  Cargill  a  214,95 centavos sobre o contrato de setembro”, completa. 

Na  Argentina,  as  dúvidas  se  movem  sobre  o  poder de fogo das exportações do Brasil e dos EUA durante o meio do ano. “As  ofertas  de  milho  entregues  ao  Vietnã  foram registradas a $  316,50/t  CIF  Phu My  e Cai Mep  para junho, e a $ 310/t CIF Hai Phong para julho. No Mar  Negro,  os  preços  no  mercado  de  milho caíram  na  quarta-feira  na  Ucrânia,  antes  do  pico tardio  dos  futuros  que  marcou  o  fechamento  dos EUA, mas as ideias de oferta estavam em uma ampla gama”, indica. 

“As  indicações  começaram  em  torno  de  US$  283/t  e subiram para US$ 288/t FOB HIPP para carregamento em  maio. Os lances foram ouvidos em US$ 280/t FOB HIPP. O mercado doméstico também caiu, uma vez que os lances de compra oficiais diminuíram para US$ 268- $ 270/t CPT, mas os traders disseram que os compradores ainda estão prontos para pagar cerca de US$ 3-4/t acima desse nível para garantir o volume”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink