Mancha circular (Mycosphaerella brassicicola)
CI

Mancha circular

(Mycosphaerella brassicicola)

Culturas Afetadas: Repolho

No Brasil, existem ocorrências da doença em repolho, couve flor, brócolis e outras brássicas, principalmente nos estados de São Paulo, Espírito Santo e Paraná.

Danos: O fungo provoca a formação de pequenas lesões necróticas, de coloração cinza e margens definidas. Posteriormente, as lesões aumentam de tamanho, atingindo até 2,5-3,0 cm de diâmetro, e são circundadas por halos amarelados. Sobre a lesão geralmente ocorre o crescimento de pontos de coloração negra, que constituem  as estruturas do fungo (picnídios ou peritécios). Havendo alta incidência da doença associada a condições ambientais favoráveis, as folhas podem ficar amarelas e apresentar os bordos rasgados.

Controle:O produtor pode utilizar aração profunda após a colheita para favorecer a rápida degradação dos restos culturais. Recomenda-se também a rotação de cultura e a utilização de sementes sadias. As sementes devem ser submetidas a tratamento químico e pode-se efetuar pulverizações periódicas da parte aérea das plantas com fungicidas.



Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.