Mancha das folhas (Cercospora rosicola)
CI

Mancha das folhas

(Cercospora rosicola)

Culturas Afetadas: Rosa

Esta é uma doença comum das roseiras, porém de pouca importância econômica. A doença ocorre apenas nas folhas mais velhas, podendo causar a queda em ataques severos. A mancha parda das roseiras é uma doença mundialmente comum. No Brasil, existem registros apenas nos estados do Rio Grande do Sul e São Paulo e nas serras úmidas do Ceará, porém acredita-se que esteja presente em todas as regiões do país produtoras de rosas e em jardins públicos e particulares.

Cercospora rosicola é específico do gênero Rosa.

Danos: O sintoma típico da doença são manchas púrpuras nas folhas. As lesões apresentam-se como manchas irregulares, púrpuras a marrom-avermelhadas, com o centro mais claro e rodeadas por um halo amarelo.

Controle: Devido a pouca importância da doença, acredita-se que não tenham sido feito estudos sobre a possível existência de alguma fonte de resistência a C. rosicola. Evitar os roseirais muitos adensados e manter o solo sempre livre dos restos da cultura, onde o patógeno pode sobreviver. Sob condições favoráveis, pode causar ataques severos e provocar desfolhação. O tratamento com fungicidas usado para o controle de outras doenças de maior importância, como a pinta preta (Diplocarpon rosae), é eficiente também no controle desta doença.

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.