Podridão branca da espiga (Stenocarpella maydis)

Podridão branca da espiga

Podridão de Diplodia (Stenocarpella maydis)

Culturas Afetadas: Milho

Sinônimo: Diplodia maydis, Diplodia zeae, Diplodia zeae-maydis, Macrodiplodia zeae, Phaeostagonosporopsis zeae, Sphaeria maydis e Sphaeria zeae

A podridão branca da espiga é a mais frequente das podridões encontradas no milho. Embora a doença esteja presente em todas as regiões de cultivo, é na Região Sul que ocorrem os maiores problemas. Altitudes elevadas aumentam a severidade da doença.

Danos: Essa podridão inicia-se, geralmente, pela base da espiga. Em espigas infectadas, as brácteas inferiores apresentam-se ligadas entre si devido ao crescimento do micélio do fungo entre elas. O fungo também cresce entre os grãos das espigas. Espigas severamente afetadas apresentam-se mais leves do que as sadias. Pequenos pontos pretos, os picnídios, podem ser observados no sabugo da espiga. Espigas infectadas no estádio leitoso dos grãos podem apodrecer completamente, enquanto infecções mais tardias proporcionam podridões menos severas.

O patógeno também é responsável por  manchas foliares, podridões de sementes,  e colmos. As podridões do colmo por Diplodia são favorecidas por temperaturas entre 28 e 30ºC e alta umidade, principalmente na forma de chuva. Esses fungos sobrevivem no solo nos restos de cultura, na forma de picnídios e nas sementes, na forma de picnídios ou de micélio. Apresentam como único hospedeiro, o milho o que torna a rotação de cultura uma medida eficiente no controle dessa doença. A disseminação dos conídios pode ocorrer pela ação da chuva ou do vento.

Controle: Escolha de cultivares resistentes e práticas culturais são as medidas recomendadas para o controle da doença. Entre as práticas culturais, pode-se destacar densidade correta de plantio, manutenção da cultura livre de plantas daninhas, colheita na época apropriada e rotação de cultura.

A aplicação de fungicidas para tratamento da cultura deve ser realizada conforme orientação técnica.

Deslize o dedo na tabela abaixo para movê-la horizontalmente