O conteúdo solicitado não foi encontrado

Lagarta dos cafezais

(Eacles imperialis magnifica)

Culturas Afetadas: Alfafa, Algodão, Amendoim, Arroz, Batata, Brócolis, Café, Cana-de-açúcar, Coco, Couve, Couve-flor, Fumo, Mandioca, Maracujá, Milho, Pastagens, Repolho, Seringueira (Floresta implantada), Soja, Trigo

Sinônimos: Citheronia magnifica, Basilona cassicus, Eacles cassicus e Eacles imperialis cassicus

Danos: Os danos causados são relevantes devido ao número que pode ocorrer por planta, chegando a 150, e ao tamanho avantajado das lagartas que chegam a atingir 12 cm. As lagartas colocam seus ovos sobre as folhas, de onde eclodem as lagartas.

Controle: O controle químico da praga deve ser feito mediante pulverizações com inseticidas seletivos, aplicados quando as lagartas ainda são pequenas, pois a medida que se tornam maiores o controle torna-se mais difícil. Os resultados com o produto microbiano Bacillus thuringiensis também são positivos quando aplicado no início do ataque.

As lagartas que atacam o cafeeiro, são geralmente controladas biologicamente por inimigos naturais (parasitos e predadores), que são encontrados nos cafezais, à procura de seus hospedeiros.

Deslize o dedo na tabela abaixo para movê-la horizontalmente