O conteúdo solicitado não foi encontrado

Pulgão verde dos cereais

(Rhopalosiphum graminum)

Culturas Afetadas: Aveia, Cevada, Trigo

Arroz, aveia, batata, cevada, milho, pimentão, centeio, pimenta, sorgo

Sinônimo: Toxoptera graminum

Estes insetos têm preferência por gramíneas, e esta espécie ocorre principalmente em plantas de aveia, cevada, milho e trigo, atacando as folhas. O adulto apresnta corpo em forma de pera, cor verde claro brilhante com uma linha longitudinal verde escuro no dorso e antenas escuras nas pontas. As Ninfas com 6-10 dias estão maduras, capazes de dar à luz a indivíduos iguais a si. Em climas frios se reproduzem sexualmente e põem ovos que são capazes de resistir a temperaturas baixas. No inverno suave se propagam partenogeneticamente durante todo o ano. A densidade populacional pode aumentar rapidamente quanto em condições favoráveis, o tempo seco, a abundância de alimentos, baixa atividade de parasitoides e predadores. Transmissor do vírus do nanismo amarelo da cevada (VNAC) e do Cucumber mosaic virus (CMV).

Danos: A sua ocorrência se dá principalmente na parte aérea das plantas, onde suga o limbo foliar das espigas e da bainha das folhas. Provoca amarelecimento das plantas, podendo, em ataques intensos, causar até a morte.

Controle: As formas de controle podem ser:

a) Biológico: Efetuar o controle com patógenos, como Enthomophthora sp. É recomendada a utilização de técnica que favoreça a ação dos predadores Eriopis connexa e Cycloneda sanguinea e também dos parasitóides Aphidius sp., Praon sp. e Ephedrus sp.

b) Químico: Fazer uso de inseticidas seletivos, visando não prejudicar o controle biológico, com produtos registrados para a cultura.

Recomenda-se o uso de produtos registrados para a cultura.

Deslize o dedo na tabela abaixo para movê-la horizontalmente
Mostrando 1 até 12 de 35