Bula Echo WG

acessos
Clorotalonil
10006
Oxon

Composição

Clorotalonil 850 g/kg Carbonitrilas

Classificação

Fungicida
I - Extremamente tóxica
II - Produto muito perigoso
Não inflamável
Não corrosivo
Granulado Dispersível (WG)
Protetor

Amendoim Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Mancha castanha
(Cercospora arachidicola)
1,25 a 1,5 kg p.c./ha 200 a 500 L de calda/ha - Realizar no máximo quatro aplicações com intervalo de 7 dias. 14 dias. As aplicações do produto deverão ser de caráter preventivo (condições climáticas propícias para a doença) ou imediatamente ao aparecimento dos primeiros sintomas da doença, reaplicando com intervalos de 7 dias, caso necessário, com o número máximo de 4 aplicações. Utilizar a maior dose em condições altamente favoráveis para a doença
Batata Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Requeima
(Phytophthora infestans)
1,25 a 1,5 kg p.c./ha 500 a 1000 L de calda/ha - Realizar no máximo oito aplicações com intervalo de 7 dias. 7 dias. As aplicações do produto deverão ser de caráter preventivo (condições climáticas propícias para a doença) ou imediatamente ao aparecimento dos primeiros sintomas da doença, reaplicando com intervalos de 7 dias, caso necessário, com um número máximo de 8 aplicações. Utilizar a maior dose em condições altamente favoráveis para a doença
Tomate Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Pinta preta grande
(Alternaria solani)
150 a 200 g p.c./100 L de água 400 a 1200 L de calda/ha - Realizar no máximo quatro aplicações com intervalo de 7 dias. 7 dias. As aplicações do produto deverão ser de caráter preventivo (condições climáticas propícias para a doença) ou imediatamente ao aparecimento dos primeiros sintomas das doenças, reaplicando com intervalos de 7 dias, caso necessário, com um máximo de 4 aplicações. Utilizar a maior dose em condições altamente favoráveis para a doença
Requeima
(Phytophthora infestans)
150 a 200 g p.c./100 L de água 400 a 1200 L de calda/ha - Realizar no máximo quatro aplicações com intervalo de 7 dias. 7 dias. As aplicações do produto deverão ser de caráter preventivo (condições climáticas propícias para a doença) ou imediatamente ao aparecimento dos primeiros sintomas das doenças, reaplicando com intervalos de 7 dias, caso necessário, com um máximo de 4 aplicações. Utilizar a maior dose em condições altamente favoráveis para a doença

Peso líquido: 0,1; 0,25; 0,3; 0,5; 0,6; 1; 1,2; 2; 5; 10; e 25 Kg.

INSTRUÇÕES DE USO:

ECHO® WG é um fungicida protetor indicado para as culturas de amendoim, batata e tomate.

CULTURAS/DOSES/DOENÇAS CONTROLADAS: Vide seção “Indicações de Uso/Doses”.

NÚMERO, ÉPOCA E INTERVALOS DE APLICAÇÃO:

Amendoim: As aplicações do produto deverão ser de caráter preventivo (condições climáticas propicias para a doença) ou imediatamente ao aparecimento dos primeiros sintomas da doença, reaplicando com intervalos de 7 dias, caso necessário, com o número máximo de 4 aplicações. Utilizar a maior dose em condições altamente favoráveis para a doença.

Batata: As aplicações do produto deverão ser de caráter preventivo (condições climáticas propícias para a doença) ou imediatamente ao aparecimento dos primeiros sintomas da doença, reaplicando com intervalos de 7 dias, caso necessário, com um número máximo de 8 aplicações. Utilizar a maior dose em condições altamente favoráveis para a doença.

Tomate: As aplicações do produto deverão ser de caráter preventivo (condições climáticas propícias para a doença) ou imediatamente ao aparecimento dos primeiros sintomas das doenças, reaplicando com intervalos de 7 dias, caso necessário, com um máximo de 4 aplicações. Utilizar a maior dose em condições altamente favoráveis para a doença.

MODO DE APLICAÇÃO:

ECHO® WG apresenta-se na forma de granulado dispersível. No preparo da calda, os grânulos necessitam de um período de 1 a 2 minutos para umidificar e dispersar na água sob agitação promovendo-se assim a homogeneização da calda. A dose recomendada deve
ser diluída em água e pulverizada com o uso de equipamentos terrestres dos tipos costal (manual, pressurizado ou motorizado) ou tratorizado com barra, de forma que se obtenha uma perfeita cobertura da parte aérea da planta visando as faces superior e inferior das folhas. Os bicos devem ser do tipo cônico da série "O" ou similares que permitam liberar o volume de calda indicado.
A quantidade de calda varia em função do porte e enfolhamento da planta. Em geral, o volume varia de 200 a 500 l/ha para amendoim e de 500 a 1.000 l/ha para batata. Na cultura do tomate aplicar uma vazão de 400 a 1.200 l/ha, respeitando a dosagem mínima de 1,5 Kg/ha para as pulverizações com volume de calda abaixo de 1.000 l/ha.

INTERVALO DE SEGURANÇA:
Amendoim: 14 dias
Batata e Tomate: 07 dias.

LIMITAÇÕES DE USO:

Fitotoxicidade: Seguindo-se suas especificações, ECHO® WG não é fitotóxico às culturas recomendadas.

Incompatibilidade: Incompatível com óleos minerais.

INFORMAÇÕES SOBRE OS EQUIPAMENTOS DE APLICAÇÃO A SEREM USADOS: Vide item "Modo de Aplicação".

ANTES DE USAR O PRODUTO, LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES.
PRODUTO PERIGOSO.
USE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL COMO INDICADO.
PRECAUÇÕES GERAIS:
- Produto para uso exclusivamente agrícola.
- Não coma, não beba e não fume durante o manuseio e aplicação do produto.
- Não manuseie ou aplique o produto sem os equipamentos de proteção
individual (EPI) recomendados.
- Os equipamentos de proteção individual (EPI) devem ser vestidos na
seguinte ordem: macacão, botas, máscara, óculos, touca árabe e luvas.
- Não utilize Equipamento de Proteção Individual (EPI)danificados.
- Não utilize equipamento com vazamento ou defeitos.
- Não desentupa bicos, orifícios e válvulas com a boca.
- Não transporte o produto juntamente com alimentos, medicamentos, rações,
animais e pessoas.
PRECAUÇÕES NA PREPARAÇÃO DA CALDA:
- Produto extremamente irritante aos olhos.
- Caso ocorra contato acidental da pessoa com o produto, siga as
orientações descritas em primeiros socorros e procure rapidamente um serviço
médico de emergência.
- Ao abrir a embalagem, faça-o de modo a evitar dispersão de poeira.
- Utilize equipamento de proteção individual – EPI: macacão de algodão
impermeável com mangas compridas passando por cima do punho das luvas e
as pernas das calças por cima das botas, botas de borracha, máscara com
filtro combinado (filtro químico contra vapores orgânicos e filtro mecânico
classe P2), óculos de segurança com proteção lateral e luvas de nitrila.
-Manuseie o produto em local aberto e ventilado.
PRECAUÇÕES DURANTE A APLICAÇÃO
-Evite o máximo possível o contato com a área de aplicação.
-Não aplique o produto na presença de ventos fortese nas horas mais quentes do dia.
-Aplique o produto somente nas doses recomendadas e observe o
intervalo de segurança (intervalo de tempo entre a última aplicação e a colheita).
-Utilize equipamento de proteção individual – EPI: macacão de algodão
impermeável com mangas compridas passando por cima do punho das luvas e
as pernas das calças por cima das botas, botas de borracha, máscara com
filtro combinado (filtro químico contra vapores orgânicos e filtro mecânico
classe P2), óculos de segurança com proteção lateral e luvas de nitrila.
PRECAUÇÕES APÓS A APLICAÇÃO:
- Não reutilize a embalagem vazia.
- Sinalizar a área tratada com os dizeres: “PROIBIDA A ENTRADA. ÁREA
TRATADA” e manter os avisos até o final do período de reentrada.
- Caso necessite entrar na área tratada antes do término do intervalo de reentrada,
utilize os equipamentos de proteção individual (EPIs) recomendados para
uso durante a aplicação.
- Mantenha o restante do produto adequadamente fechado em sua
embalagem original em local trancado, longe do alcance de crianças e animais.
- Antes de retirar os equipamentos de proteção individual (EPIs), lave as
luvas ainda vestidas para evitar contaminação.
- Os equipamentos de proteção individual devem ser retirados na seguinte
ordem: touca árabe, óculos, botas, macacão, luvas e máscara.
-Tome banho imediatamente após a aplicação do produto.
-Troque e lave as roupas de proteção separado das demais roupas da família.
Ao lavar as roupas utilizar luvas e avental impermeável.
-Faça a manutenção dos equipamentos de proteção após cada aplicação do produto.
-Fique atento ao tempo de uso dos filtros, seguindo corretamente as
especificações do fabricante.
-Não reutilizar a embalagem vazia.
-No descarte de embalagens utilize equipamento de proteção individual – EPI:
macacão de algodão hidrorepelentecom mangas compridas, luvas de nitrila e botas de
borracha.

1. PRECAUÇÕES DE USO E ADVERTÊNCIAS QUANTO AOS CUIDADOS
DE
PROTEÇÃO AO MEIO AMBIENTE
- Este produto é:
[ ] Altamente Perigoso ao Meio Ambiente (CLASSE I)
[X] MUITO PERIGOSO AO MEIO AMBIENTE (CLASSE II)
[ ] Perigoso ao Meio Ambiente (CLASSE III)
[ ] Pouco Perigoso ao Meio Ambiente (CLASSE IV)
-Este produto é ALTAMENTE PERSISTENTE no meio ambiente.
-Este produto é ALT AMENTE TÓXICO para organismos aquáticos;
-Evite a contaminação ambiental – Preserve a Natureza.
-Não utilize equipamento com vazamento.
-Não aplique o produto na presença de ventos fortesou nas horas mais quentes.
-Aplique somente as doses recomendadas.
-Não lave as embalagens ou equipamento aplicador em lagos, fontes, rios
e demais corpos d’água.Evite a contaminação da água.
-A destinação inadequada de embalagens ou restos de produtos ocasiona
contaminação do solo,da água e do ar,prejudicando a fauna, a flora e a saúde das
pessoas.
2. INSTRUÇÕES DE ARMAZENAMENTO DO PRODUTO, VISANDO SUA
CONSERVAÇÃO E PREVENÇÃO CONTRA ACIDENTES:
-Mantenha o produto em sua embalagem original, sempre fechada.
-O local deve ser exclusivo para produtos tóxicos, devendo ser isolado
de alimentos, bebidas, rações ou outros materiais.
-A construção deve ser de alvenaria ou de material não combustível.
-O local deve ser ventilado, coberto e ter piso impermeável.
-Coloque placa de advertência com os dizeres: CUIDADO VENENO.
-Tranque o local, evitando o acesso de pessoas não autorizadas,
principalmente crianças.
-Deve haver sempre embalagens adequada disponíveis para envolver
embalagens rompidas ou para o recolhimento de produtos vazados.
-Em caso de armazéns, deverão ser seguidas as instruções constantes na NBR 9843
da Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT .
-Observe as disposições constantes da legislação estadual e municipal.
3. INSTRUÇÕES EM CASO DE ACIDENTES:
-Isole e sinalize a área contaminada.
-Contate as autoridades locais e competentes e a Empresa SIPCAM UPL
BRASIL S.A., pelo telefone (34) 3319-5568 ou telefone de emergência 0800 701
0450.
-Utilize equipamento de proteção individual – EPI (macacão impermeável,
luvas e botas de borracha,óculos protetor e máscara com filtros).
-Em caso de derrame, estanque o escoamento, não permitindo que o produto
entre em bueiros,drenos ou corpos d’água.Siga as instruções abaixo:
Piso pavimentado: recolha o material com auxílio de uma pá e coloque
em recipiente lacrado e identificado devidamente. O produto derramado não
deverá ser mais utilizado. Neste caso, consulte o registrante através do
telefone indicado no rótulo para a sua devolução e destinação final.
Solo: retire as camadas de terra contaminada até atingir o solo não contaminado,
recolha esse material e coloque em um recipiente lacrado e devidamente
identificado. Contate a empresa registrante conforme indicado acima.
Corpos d’água: interrompa imediatamente a captação para o consumo
humano ou animal, contate o órgão ambiental mais próximo e o centro de
emergência da empresa, visto que as medidas a serem adotadas
dependem das proporções do acidente, das características do corpo hídrico em
questão e da quantidade do produto envolvido.
-Em caso de incêndio, use extintores de água em forma de neblina, CO2 ou pó
químico, ficando a favor do vento para evitar intoxicações.
4. PROCEDIMENTOS DE LAVAGEM, ARMAZENAMENTO, DEVOLUÇÃO,
TRANSPORTE E DESTINAÇÃO DE EMBALAGENS VAZIAS E RESTOS
DE PRODUTOS IMPRÓPRIOS PARA UTILIZAÇÃO OU EM DESUSO:
- INSTRUÇÕES P ARA EMBALAGENS FLEXÍVEIS
- EST A EMBALAGEM NÃO PODE SER LA V ADA
- ARMAZENAMENTO DA EMBALAGEM V AZIA:
O armazenamento da embalagem vazia, até sua devolução pelo usuário,
deve ser efetuado em local coberto, ventilado, ao abrigo de chuva e com
piso impermeável, no próprio local onde são guardadas as embalagens cheias.
Use luvas no manuseio dessa embalagem.
Essa embalagem deve ser armazenada separadamente das lavadas, em
saco plástico transparente (Embalagens Padronizadas – modelo ABNT),
devidamente identificado e com lacre, o qual deverá ser adquirido nos Canais de
Distribuição.

Incluir outros métodos de controle de doenças (ex. controle cultural, biológico, etc.) dentro do programa de Manejo Integrado de Doenças (MID) quando disponíveis e apropriados.

Qualquer agente de controle de doenças pode ficar menos efetivo ao longo do tempo devido ao desenvolvimento de resistência. O Comitê Brasileiro de Ação de Resistência a Fungicidas (FRAC-BR) recomenda as seguintes estratégias de manejo de resistência visando prolongar a vida útil dos fungicidas:
Qualquer produto para controle de doenças da mesma classe ou de mesmo modo de ação não deve ser utilizado em aplicações consecutivas do mesmo patógeno, no ciclo da cultura.
Utilizar somente as doses recomendadas no rótulo/bula.
Sempre consultar um Engenheiro Agrônomo para orientação sobre as recomendações locais para o manejo de resistência.