Ferrugem (Puccinia spp)
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,702 (-2,12%)
| Dólar (compra) R$ 5,40 (0,44%)

Ferrugem

(Puccinia sp.)

Culturas Afetadas: Milheto

O fungo Puccinia spp. é o agente causal da ferrugem em várias espécies vegetais de importância econômica. Quando a doença ocorre em áreas que apresentam condições climáticas favoráveis, causa severas perdas por atacar todas as partes verdes da planta.  A ocorrência está vinculada a áreas onde as temperaturas são elevadas durante a primavera.

Danos: Os fungos do gênero Puccinia ocorrem em todas as partes verdes da planta. Dois a três dias após a penetração do fungo, ocorre a formação de manchas puntiformes e de coloração levemente amarelada no tecidos foliares. Com o desenvolvimento da doença, as manchas apresentam-se salientes, aumentam de tamanho e tornam-se alongadas no sentido das nervuras, formando pústulas que rompem a epiderme, expondo os uredósporos do fungo. Os uredósporos possuem coloração amarelada, mas, quando vistos no conjunto, apresentam coloração pardo-ferruginosa. Quando os tecidos verdes da planta infectada começam a senescer, surge um segundo tipo de frutificação do fungo. Essa frutificação é alongada e de coloração preta, tendo a mesma disposição da anterior, terminando também por romper a epiderme. A coloração preta se dá pela presença dos esporos de resistência do fungo (teliósporos).

Controle: A resistência varietal de cultivares de algumas plantas cultivadas é a forma mais segura de controle da doença.

O uso de fungicidas específicos, registrados para as culturas, pode ser eficiente no controle da doença.

Deslize o dedo na tabela abaixo para movê-la horizontalmente