Lagarta-falsa-medideira ou Falsa-medideira (Pseudoplusia includens)

Lagarta-falsa-medideira

Falsa-medideira (Pseudoplusia includens)

Culturas Afetadas: Alfafa, Algodão, Amendoim, Arroz, Batata, Brócolis, Cana-de-açúcar, Côco, Couve, Couve-flor, Feijão, Fumo, Mandioca, Maracujá, Milho, Pastagens, Repolho, Seringueira (Floresta implantada), Soja, Todas, Todas as culturas com ocorrência do alvo biológico, Trigo


Sinônimos: Chrysodexis includens

Esta espécie é conhecida como falsa medideira por possuir apenas três pares de falsas pernas, fazendo com que a locomoção seja como se estivesse medindo palmo. O ataque também ocorre em outras culturas, como feijão, gergelim, tomate e trigo.

O adulto possui asa acinzentada, com estigma e mácula prateados, contornados de marrom escuro brilhante. Nota-se ainda que a parte basal da asa é mais clara. Os ovos são colocados isoladamente na superfície das folhas e apresentam coloração verde. As lagartas são verdes, com uma linha dorsal de coloração branca. Apresentam seis ínstares e possuem processos internos na mandíbula, característica que os distingui da lagarta Trichoplusia ni. A pupa é marrom-esverdeada e encontra-se nas folhas enroladas, presa por fios de seda. O ciclo biológico dura em média 25 dias.

Danos: As lagartas atacam as folhas, raspando-as enquanto são pequenas, ocasionando pequenas manchas claras; à medida que crescem, ficam vorazes e destroem completamente as folhas, podendo danificar até as hastes mais finas.

Controle: O controle químico desta lagarta quando ocorrendo só ou associada à lagarta-da-soja, deve ser feito quando forem encontradas, em média 40 lagartas grandes por pano de batida, ou se a desfolha atingir 30% até o final do florescimento, ou 15%, tão logo apareçam as primeiras flores. Recomenda-se o uso de produtos registrados para a cultura.


 

Deslize o dedo na tabela abaixo para movê-la horizontalmente
Mostrando 1 até 12 de 92