Bula Maxizato - Agro Import

Bula Maxizato

CI
Glifosato
36518
Agro Import

Composição

Glifosato - Sal de Amônio 792,5 g/kg
Equivalente ácido de Glifosato 720 g/kg

Classificação

Terrestre/Aérea
Herbicida
3 - Produto Moderadamente Tóxico
III - Produto perigoso
Não inflamável
Corrosivo
Granulado Dispersível (WG)
Não seletivo, Sistêmico

Algodão

Dosagem Calda Terrestre
Acanthospermum australe (Carrapicho rasteiro)
Acanthospermum hispidum (Carrapicho de carneiro)
Ageratum conyzoides (Mentrasto)
Alternanthera tenella (Apaga fogo)
Amaranthus hybridus (Caruru roxo)
Amaranthus viridis (Caruru comum)
Avena strigosa (Aveia preta)
Bidens pilosa (Picão preto)
Brachiaria brizantha (Braquiarão)
Brachiaria decumbens (Capim braquiária)
Brachiaria plantaginea (Papuã)
Cenchrus echinatus (Capim carrapicho)
Chamaesyce hirta (Erva de Santa Luzia)
Chenopodium ambrosioides (Erva de santa maria)
Commelina benghalensis (Trapoeraba)
Conyza bonariensis (Buva)
Cynodon dactylon (Grama seda)
Cyperus ferax (Junquinho)
Cyperus rotundus (Tiririca)
Digitaria horizontalis (Capim colchão)
Digitaria insularis (Capim amargoso )
Echinochloa crusgalli (Capim arroz)
Eleusine indica (Capim pé de galinha)
Euphorbia heterophylla (Amendoim bravo)
Galinsoga parviflora (Picão branco)
Ipomoea grandifolia (Corda de viola)
Ipomoea indivisa (Corda de viola)
Ipomoea nil (Corda de viola)
Lolium multiflorum (Azevém)
Malvastrum coromandelianum (Vassourinha)
Panicum maximum (Capim colonião)
Paspalum conjugatum (Capim forquilha)
Paspalum notatum (Grama batatais)
Paspalum paniculatum (Grama touceira)
Portulaca oleracea (Beldroega)
Raphanus raphanistrum (Nabiça)
Raphanus sativus (Rabanete)
Richardia brasiliensis (Poaia branca)
Senecio brasiliensis (Maria Mole)
Sida rhombifolia (Guanxuma)
Sonchus oleraceus (Serralha)
Sorghum bicolor (Sorgo)
Spermacoce latifolia (Erva quente)
Tridax procumbens (Erva de touro)
Vicia sativa (Ervilhaca)

Ameixa

Dosagem Calda Terrestre
Acanthospermum australe (Carrapicho rasteiro)
Acanthospermum hispidum (Carrapicho de carneiro)
Ageratum conyzoides (Mentrasto)
Alternanthera tenella (Apaga fogo)
Amaranthus hybridus (Caruru roxo)
Amaranthus viridis (Caruru comum)
Avena strigosa (Aveia preta)
Bidens pilosa (Picão preto)
Brachiaria brizantha (Braquiarão)
Brachiaria decumbens (Capim braquiária)
Brachiaria plantaginea (Papuã)
Cenchrus echinatus (Capim carrapicho)
Chamaesyce hirta (Erva de Santa Luzia)
Chenopodium ambrosioides (Erva de santa maria)
Commelina benghalensis (Trapoeraba)
Conyza bonariensis (Buva)
Cynodon dactylon (Grama seda)
Cyperus ferax (Junquinho)
Cyperus rotundus (Tiririca)
Digitaria horizontalis (Capim colchão)
Digitaria insularis (Capim amargoso )
Echinochloa crusgalli (Capim arroz)
Eleusine indica (Capim pé de galinha)
Euphorbia heterophylla (Amendoim bravo)
Galinsoga parviflora (Picão branco)
Ipomoea grandifolia (Corda de viola)
Ipomoea indivisa (Corda de viola)
Ipomoea nil (Corda de viola)
Lolium multiflorum (Azevém)
Malvastrum coromandelianum (Vassourinha)
Panicum maximum (Capim colonião)
Paspalum conjugatum (Capim forquilha)
Paspalum notatum (Grama batatais)
Paspalum paniculatum (Grama touceira)
Portulaca oleracea (Beldroega)
Raphanus raphanistrum (Nabiça)
Raphanus sativus (Rabanete)
Richardia brasiliensis (Poaia branca)
Senecio brasiliensis (Maria Mole)
Sida rhombifolia (Guanxuma)
Sonchus oleraceus (Serralha)
Sorghum bicolor (Sorgo)
Spermacoce latifolia (Erva quente)
Tridax procumbens (Erva de touro)
Vicia sativa (Ervilhaca)

Arroz

Dosagem Calda Terrestre
Acanthospermum australe (Carrapicho rasteiro)
Acanthospermum hispidum (Carrapicho de carneiro)
Ageratum conyzoides (Mentrasto)
Alternanthera tenella (Apaga fogo)
Amaranthus hybridus (Caruru roxo)
Amaranthus viridis (Caruru comum)
Avena strigosa (Aveia preta)
Bidens pilosa (Picão preto)
Brachiaria brizantha (Braquiarão)
Brachiaria decumbens (Capim braquiária)
Brachiaria plantaginea (Papuã)
Cenchrus echinatus (Capim carrapicho)
Chamaesyce hirta (Erva de Santa Luzia)
Chenopodium ambrosioides (Erva de santa maria)
Commelina benghalensis (Trapoeraba)
Conyza bonariensis (Buva)
Cynodon dactylon (Grama seda)
Cyperus ferax (Junquinho)
Cyperus rotundus (Tiririca)
Digitaria horizontalis (Capim colchão)
Digitaria insularis (Capim amargoso )
Echinochloa crusgalli (Capim arroz)
Eleusine indica (Capim pé de galinha)
Euphorbia heterophylla (Amendoim bravo)
Galinsoga parviflora (Picão branco)
Ipomoea grandifolia (Corda de viola)
Ipomoea indivisa (Corda de viola)
Ipomoea nil (Corda de viola)
Lolium multiflorum (Azevém)
Malvastrum coromandelianum (Vassourinha)
Panicum maximum (Capim colonião)
Paspalum conjugatum (Capim forquilha)
Paspalum notatum (Grama batatais)
Paspalum paniculatum (Grama touceira)
Portulaca oleracea (Beldroega)
Raphanus raphanistrum (Nabiça)
Raphanus sativus (Rabanete)
Richardia brasiliensis (Poaia branca)
Senecio brasiliensis (Maria Mole)
Sida rhombifolia (Guanxuma)
Sonchus oleraceus (Serralha)
Sorghum bicolor (Sorgo)
Spermacoce latifolia (Erva quente)
Tridax procumbens (Erva de touro)
Vicia sativa (Ervilhaca)

Banana

Dosagem Calda Terrestre
Acanthospermum australe (Carrapicho rasteiro)
Acanthospermum hispidum (Carrapicho de carneiro)
Ageratum conyzoides (Mentrasto)
Alternanthera tenella (Apaga fogo)
Amaranthus hybridus (Caruru roxo)
Amaranthus viridis (Caruru comum)
Avena strigosa (Aveia preta)
Bidens pilosa (Picão preto)
Brachiaria brizantha (Braquiarão)
Brachiaria decumbens (Capim braquiária)
Brachiaria plantaginea (Papuã)
Cenchrus echinatus (Capim carrapicho)
Chamaesyce hirta (Erva de Santa Luzia)
Chenopodium ambrosioides (Erva de santa maria)
Commelina benghalensis (Trapoeraba)
Conyza bonariensis (Buva)
Cynodon dactylon (Grama seda)
Cyperus ferax (Junquinho)
Cyperus rotundus (Tiririca)
Digitaria horizontalis (Capim colchão)
Digitaria insularis (Capim amargoso )
Echinochloa crusgalli (Capim arroz)
Eleusine indica (Capim pé de galinha)
Euphorbia heterophylla (Amendoim bravo)
Galinsoga parviflora (Picão branco)
Ipomoea grandifolia (Corda de viola)
Ipomoea indivisa (Corda de viola)
Ipomoea nil (Corda de viola)
Lolium multiflorum (Azevém)
Malvastrum coromandelianum (Vassourinha)
Panicum maximum (Capim colonião)
Paspalum conjugatum (Capim forquilha)
Paspalum notatum (Grama batatais)
Paspalum paniculatum (Grama touceira)
Portulaca oleracea (Beldroega)
Raphanus raphanistrum (Nabiça)
Raphanus sativus (Rabanete)
Richardia brasiliensis (Poaia branca)
Senecio brasiliensis (Maria Mole)
Sida rhombifolia (Guanxuma)
Sonchus oleraceus (Serralha)
Sorghum bicolor (Sorgo)
Spermacoce latifolia (Erva quente)
Tridax procumbens (Erva de touro)
Vicia sativa (Ervilhaca)

Cacau

Dosagem Calda Terrestre
Acanthospermum australe (Carrapicho rasteiro)
Acanthospermum hispidum (Carrapicho de carneiro)
Ageratum conyzoides (Mentrasto)
Alternanthera tenella (Apaga fogo)
Amaranthus hybridus (Caruru roxo)
Amaranthus viridis (Caruru comum)
Avena strigosa (Aveia preta)
Bidens pilosa (Picão preto)
Brachiaria brizantha (Braquiarão)
Brachiaria decumbens (Capim braquiária)
Brachiaria plantaginea (Papuã)
Cenchrus echinatus (Capim carrapicho)
Chamaesyce hirta (Erva de Santa Luzia)
Chenopodium ambrosioides (Erva de santa maria)
Commelina benghalensis (Trapoeraba)
Conyza bonariensis (Buva)
Cynodon dactylon (Grama seda)
Cyperus ferax (Junquinho)
Cyperus rotundus (Tiririca)
Digitaria horizontalis (Capim colchão)
Digitaria insularis (Capim amargoso )
Echinochloa crusgalli (Capim arroz)
Eleusine indica (Capim pé de galinha)
Euphorbia heterophylla (Amendoim bravo)
Galinsoga parviflora (Picão branco)
Ipomoea grandifolia (Corda de viola)
Ipomoea indivisa (Corda de viola)
Ipomoea nil (Corda de viola)
Lolium multiflorum (Azevém)
Malvastrum coromandelianum (Vassourinha)
Panicum maximum (Capim colonião)
Paspalum conjugatum (Capim forquilha)
Paspalum notatum (Grama batatais)
Paspalum paniculatum (Grama touceira)
Portulaca oleracea (Beldroega)
Raphanus raphanistrum (Nabiça)
Raphanus sativus (Rabanete)
Richardia brasiliensis (Poaia branca)
Senecio brasiliensis (Maria Mole)
Sida rhombifolia (Guanxuma)
Sonchus oleraceus (Serralha)
Sorghum bicolor (Sorgo)
Spermacoce latifolia (Erva quente)
Tridax procumbens (Erva de touro)
Vicia sativa (Ervilhaca)

Café

Dosagem Calda Terrestre
Acanthospermum australe (Carrapicho rasteiro)
Acanthospermum hispidum (Carrapicho de carneiro)
Ageratum conyzoides (Mentrasto)
Alternanthera tenella (Apaga fogo)
Amaranthus hybridus (Caruru roxo)
Amaranthus viridis (Caruru comum)
Avena strigosa (Aveia preta)
Bidens pilosa (Picão preto)
Brachiaria brizantha (Braquiarão)
Brachiaria decumbens (Capim braquiária)
Brachiaria plantaginea (Papuã)
Cenchrus echinatus (Capim carrapicho)
Chamaesyce hirta (Erva de Santa Luzia)
Chenopodium ambrosioides (Erva de santa maria)
Commelina benghalensis (Trapoeraba)
Conyza bonariensis (Buva)
Cynodon dactylon (Grama seda)
Cyperus ferax (Junquinho)
Cyperus rotundus (Tiririca)
Digitaria horizontalis (Capim colchão)
Digitaria insularis (Capim amargoso )
Echinochloa crusgalli (Capim arroz)
Eleusine indica (Capim pé de galinha)
Euphorbia heterophylla (Amendoim bravo)
Galinsoga parviflora (Picão branco)
Ipomoea grandifolia (Corda de viola)
Ipomoea indivisa (Corda de viola)
Ipomoea nil (Corda de viola)
Lolium multiflorum (Azevém)
Malvastrum coromandelianum (Vassourinha)
Panicum maximum (Capim colonião)
Paspalum conjugatum (Capim forquilha)
Paspalum notatum (Grama batatais)
Paspalum paniculatum (Grama touceira)
Portulaca oleracea (Beldroega)
Raphanus raphanistrum (Nabiça)
Raphanus sativus (Rabanete)
Richardia brasiliensis (Poaia branca)
Senecio brasiliensis (Maria Mole)
Sida rhombifolia (Guanxuma)
Sonchus oleraceus (Serralha)
Sorghum bicolor (Sorgo)
Spermacoce latifolia (Erva quente)
Tridax procumbens (Erva de touro)
Vicia sativa (Ervilhaca)

Cana-de-açúcar

Calda Terrestre Dosagem
Acanthospermum australe (Carrapicho rasteiro)
Acanthospermum hispidum (Carrapicho de carneiro)
Ageratum conyzoides (Mentrasto)
Alternanthera tenella (Apaga fogo)
Amaranthus hybridus (Caruru roxo)
Amaranthus viridis (Caruru comum)
Avena strigosa (Aveia preta)
Bidens pilosa (Picão preto)
Brachiaria brizantha (Braquiarão)
Brachiaria decumbens (Capim braquiária)
Brachiaria plantaginea (Papuã)
Cenchrus echinatus (Capim carrapicho)
Chamaesyce hirta (Erva de Santa Luzia)
Chenopodium ambrosioides (Erva de santa maria)
Commelina benghalensis (Trapoeraba)
Conyza bonariensis (Buva)
Cynodon dactylon (Grama seda)
Cyperus ferax (Junquinho)
Cyperus rotundus (Tiririca)
Digitaria horizontalis (Capim colchão)
Digitaria insularis (Capim amargoso )
Echinochloa crusgalli (Capim arroz)
Eleusine indica (Capim pé de galinha)
Euphorbia heterophylla (Amendoim bravo)
Galinsoga parviflora (Picão branco)
Ipomoea grandifolia (Corda de viola)
Ipomoea indivisa (Corda de viola)
Ipomoea nil (Corda de viola)
Lolium multiflorum (Azevém)
Malvastrum coromandelianum (Vassourinha)
Panicum maximum (Capim colonião)
Paspalum conjugatum (Capim forquilha)
Paspalum notatum (Grama batatais)
Paspalum paniculatum (Grama touceira)
Portulaca oleracea (Beldroega)
Raphanus raphanistrum (Nabiça)
Raphanus sativus (Rabanete)
Richardia brasiliensis (Poaia branca)
Saccharum officinarum (Cana de açúcar)
Senecio brasiliensis (Maria Mole)
Sida rhombifolia (Guanxuma)
Sonchus oleraceus (Serralha)
Sorghum bicolor (Sorgo)
Spermacoce latifolia (Erva quente)
Tridax procumbens (Erva de touro)
Vicia sativa (Ervilhaca)

Citros

Dosagem Calda Terrestre
Acanthospermum australe (Carrapicho rasteiro)
Acanthospermum hispidum (Carrapicho de carneiro)
Ageratum conyzoides (Mentrasto)
Alternanthera tenella (Apaga fogo)
Amaranthus hybridus (Caruru roxo)
Amaranthus viridis (Caruru comum)
Avena strigosa (Aveia preta)
Bidens pilosa (Picão preto)
Brachiaria brizantha (Braquiarão)
Brachiaria decumbens (Capim braquiária)
Brachiaria plantaginea (Papuã)
Cenchrus echinatus (Capim carrapicho)
Chamaesyce hirta (Erva de Santa Luzia)
Chenopodium ambrosioides (Erva de santa maria)
Commelina benghalensis (Trapoeraba)
Conyza bonariensis (Buva)
Cynodon dactylon (Grama seda)
Cyperus ferax (Junquinho)
Cyperus rotundus (Tiririca)
Digitaria horizontalis (Capim colchão)
Digitaria insularis (Capim amargoso )
Echinochloa crusgalli (Capim arroz)
Eleusine indica (Capim pé de galinha)
Euphorbia heterophylla (Amendoim bravo)
Galinsoga parviflora (Picão branco)
Ipomoea grandifolia (Corda de viola)
Ipomoea indivisa (Corda de viola)
Ipomoea nil (Corda de viola)
Lolium multiflorum (Azevém)
Malvastrum coromandelianum (Vassourinha)
Panicum maximum (Capim colonião)
Paspalum conjugatum (Capim forquilha)
Paspalum notatum (Grama batatais)
Paspalum paniculatum (Grama touceira)
Portulaca oleracea (Beldroega)
Raphanus raphanistrum (Nabiça)
Raphanus sativus (Rabanete)
Richardia brasiliensis (Poaia branca)
Senecio brasiliensis (Maria Mole)
Sida rhombifolia (Guanxuma)
Sonchus oleraceus (Serralha)
Sorghum bicolor (Sorgo)
Spermacoce latifolia (Erva quente)
Tridax procumbens (Erva de touro)
Vicia sativa (Ervilhaca)

Maçã

Dosagem Calda Terrestre
Acanthospermum australe (Carrapicho rasteiro)
Acanthospermum hispidum (Carrapicho de carneiro)
Ageratum conyzoides (Mentrasto)
Alternanthera tenella (Apaga fogo)
Amaranthus hybridus (Caruru roxo)
Amaranthus viridis (Caruru comum)
Avena strigosa (Aveia preta)
Bidens pilosa (Picão preto)
Brachiaria brizantha (Braquiarão)
Brachiaria decumbens (Capim braquiária)
Brachiaria plantaginea (Papuã)
Cenchrus echinatus (Capim carrapicho)
Chamaesyce hirta (Erva de Santa Luzia)
Chenopodium ambrosioides (Erva de santa maria)
Commelina benghalensis (Trapoeraba)
Conyza bonariensis (Buva)
Cynodon dactylon (Grama seda)
Cyperus ferax (Junquinho)
Cyperus rotundus (Tiririca)
Digitaria horizontalis (Capim colchão)
Digitaria insularis (Capim amargoso )
Echinochloa crusgalli (Capim arroz)
Eleusine indica (Capim pé de galinha)
Euphorbia heterophylla (Amendoim bravo)
Galinsoga parviflora (Picão branco)
Ipomoea grandifolia (Corda de viola)
Ipomoea indivisa (Corda de viola)
Ipomoea nil (Corda de viola)
Lolium multiflorum (Azevém)
Malvastrum coromandelianum (Vassourinha)
Panicum maximum (Capim colonião)
Paspalum conjugatum (Capim forquilha)
Paspalum notatum (Grama batatais)
Paspalum paniculatum (Grama touceira)
Portulaca oleracea (Beldroega)
Raphanus raphanistrum (Nabiça)
Raphanus sativus (Rabanete)
Richardia brasiliensis (Poaia branca)
Senecio brasiliensis (Maria Mole)
Sida rhombifolia (Guanxuma)
Sonchus oleraceus (Serralha)
Sorghum bicolor (Sorgo)
Spermacoce latifolia (Erva quente)
Tridax procumbens (Erva de touro)
Vicia sativa (Ervilhaca)

Milho

Dosagem Calda Terrestre
Acanthospermum australe (Carrapicho rasteiro)
Acanthospermum hispidum (Carrapicho de carneiro)
Ageratum conyzoides (Mentrasto)
Alternanthera tenella (Apaga fogo)
Amaranthus hybridus (Caruru roxo)
Amaranthus viridis (Caruru comum)
Avena strigosa (Aveia preta)
Bidens pilosa (Picão preto)
Brachiaria brizantha (Braquiarão)
Brachiaria decumbens (Capim braquiária)
Brachiaria plantaginea (Papuã)
Cenchrus echinatus (Capim carrapicho)
Chamaesyce hirta (Erva de Santa Luzia)
Chenopodium ambrosioides (Erva de santa maria)
Commelina benghalensis (Trapoeraba)
Conyza bonariensis (Buva)
Cynodon dactylon (Grama seda)
Cyperus ferax (Junquinho)
Cyperus rotundus (Tiririca)
Digitaria horizontalis (Capim colchão)
Digitaria insularis (Capim amargoso )
Echinochloa crusgalli (Capim arroz)
Eleusine indica (Capim pé de galinha)
Euphorbia heterophylla (Amendoim bravo)
Galinsoga parviflora (Picão branco)
Ipomoea grandifolia (Corda de viola)
Ipomoea indivisa (Corda de viola)
Ipomoea nil (Corda de viola)
Lolium multiflorum (Azevém)
Malvastrum coromandelianum (Vassourinha)
Panicum maximum (Capim colonião)
Paspalum conjugatum (Capim forquilha)
Paspalum notatum (Grama batatais)
Paspalum paniculatum (Grama touceira)
Portulaca oleracea (Beldroega)
Raphanus raphanistrum (Nabiça)
Raphanus sativus (Rabanete)
Richardia brasiliensis (Poaia branca)
Senecio brasiliensis (Maria Mole)
Sida rhombifolia (Guanxuma)
Sonchus oleraceus (Serralha)
Sorghum bicolor (Sorgo)
Spermacoce latifolia (Erva quente)
Tridax procumbens (Erva de touro)
Vicia sativa (Ervilhaca)

Nectarina

Dosagem Calda Terrestre
Acanthospermum australe (Carrapicho rasteiro)
Acanthospermum hispidum (Carrapicho de carneiro)
Ageratum conyzoides (Mentrasto)
Alternanthera tenella (Apaga fogo)
Amaranthus hybridus (Caruru roxo)
Amaranthus viridis (Caruru comum)
Avena strigosa (Aveia preta)
Bidens pilosa (Picão preto)
Brachiaria brizantha (Braquiarão)
Brachiaria decumbens (Capim braquiária)
Brachiaria plantaginea (Papuã)
Cenchrus echinatus (Capim carrapicho)
Chamaesyce hirta (Erva de Santa Luzia)
Chenopodium ambrosioides (Erva de santa maria)
Commelina benghalensis (Trapoeraba)
Conyza bonariensis (Buva)
Cynodon dactylon (Grama seda)
Cyperus ferax (Junquinho)
Cyperus rotundus (Tiririca)
Digitaria horizontalis (Capim colchão)
Digitaria insularis (Capim amargoso )
Echinochloa crusgalli (Capim arroz)
Eleusine indica (Capim pé de galinha)
Euphorbia heterophylla (Amendoim bravo)
Galinsoga parviflora (Picão branco)
Ipomoea grandifolia (Corda de viola)
Ipomoea indivisa (Corda de viola)
Ipomoea nil (Corda de viola)
Lolium multiflorum (Azevém)
Malvastrum coromandelianum (Vassourinha)
Panicum maximum (Capim colonião)
Paspalum conjugatum (Capim forquilha)
Paspalum notatum (Grama batatais)
Paspalum paniculatum (Grama touceira)
Portulaca oleracea (Beldroega)
Raphanus raphanistrum (Nabiça)
Raphanus sativus (Rabanete)
Richardia brasiliensis (Poaia branca)
Senecio brasiliensis (Maria Mole)
Sida rhombifolia (Guanxuma)
Sonchus oleraceus (Serralha)
Sorghum bicolor (Sorgo)
Spermacoce latifolia (Erva quente)
Tridax procumbens (Erva de touro)
Vicia sativa (Ervilhaca)

Pastagens

Dosagem Calda Terrestre
Acanthospermum australe (Carrapicho rasteiro)
Acanthospermum hispidum (Carrapicho de carneiro)
Ageratum conyzoides (Mentrasto)
Alternanthera tenella (Apaga fogo)
Amaranthus hybridus (Caruru roxo)
Amaranthus viridis (Caruru comum)
Avena strigosa (Aveia preta)
Bidens pilosa (Picão preto)
Brachiaria brizantha (Braquiarão)
Brachiaria decumbens (Capim braquiária)
Brachiaria plantaginea (Papuã)
Cenchrus echinatus (Capim carrapicho)
Chamaesyce hirta (Erva de Santa Luzia)
Chenopodium ambrosioides (Erva de santa maria)
Commelina benghalensis (Trapoeraba)
Conyza bonariensis (Buva)
Cynodon dactylon (Grama seda)
Cyperus ferax (Junquinho)
Cyperus rotundus (Tiririca)
Digitaria horizontalis (Capim colchão)
Digitaria insularis (Capim amargoso )
Echinochloa crusgalli (Capim arroz)
Eleusine indica (Capim pé de galinha)
Euphorbia heterophylla (Amendoim bravo)
Galinsoga parviflora (Picão branco)
Ipomoea grandifolia (Corda de viola)
Ipomoea indivisa (Corda de viola)
Ipomoea nil (Corda de viola)
Lolium multiflorum (Azevém)
Malvastrum coromandelianum (Vassourinha)
Panicum maximum (Capim colonião)
Paspalum conjugatum (Capim forquilha)
Paspalum notatum (Grama batatais)
Paspalum paniculatum (Grama touceira)
Portulaca oleracea (Beldroega)
Raphanus raphanistrum (Nabiça)
Raphanus sativus (Rabanete)
Richardia brasiliensis (Poaia branca)
Senecio brasiliensis (Maria Mole)
Sida rhombifolia (Guanxuma)
Sonchus oleraceus (Serralha)
Sorghum bicolor (Sorgo)
Spermacoce latifolia (Erva quente)
Tridax procumbens (Erva de touro)
Vicia sativa (Ervilhaca)

Pera

Dosagem Calda Terrestre
Acanthospermum australe (Carrapicho rasteiro)
Acanthospermum hispidum (Carrapicho de carneiro)
Ageratum conyzoides (Mentrasto)
Alternanthera tenella (Apaga fogo)
Amaranthus hybridus (Caruru roxo)
Amaranthus viridis (Caruru comum)
Avena strigosa (Aveia preta)
Bidens pilosa (Picão preto)
Brachiaria brizantha (Braquiarão)
Brachiaria decumbens (Capim braquiária)
Brachiaria plantaginea (Papuã)
Cenchrus echinatus (Capim carrapicho)
Chamaesyce hirta (Erva de Santa Luzia)
Chenopodium ambrosioides (Erva de santa maria)
Commelina benghalensis (Trapoeraba)
Conyza bonariensis (Buva)
Cynodon dactylon (Grama seda)
Cyperus ferax (Junquinho)
Cyperus rotundus (Tiririca)
Digitaria horizontalis (Capim colchão)
Digitaria insularis (Capim amargoso )
Echinochloa crusgalli (Capim arroz)
Eleusine indica (Capim pé de galinha)
Euphorbia heterophylla (Amendoim bravo)
Galinsoga parviflora (Picão branco)
Ipomoea grandifolia (Corda de viola)
Ipomoea indivisa (Corda de viola)
Ipomoea nil (Corda de viola)
Lolium multiflorum (Azevém)
Malvastrum coromandelianum (Vassourinha)
Panicum maximum (Capim colonião)
Paspalum conjugatum (Capim forquilha)
Paspalum notatum (Grama batatais)
Paspalum paniculatum (Grama touceira)
Portulaca oleracea (Beldroega)
Raphanus raphanistrum (Nabiça)
Raphanus sativus (Rabanete)
Richardia brasiliensis (Poaia branca)
Senecio brasiliensis (Maria Mole)
Sida rhombifolia (Guanxuma)
Sonchus oleraceus (Serralha)
Sorghum bicolor (Sorgo)
Spermacoce latifolia (Erva quente)
Tridax procumbens (Erva de touro)
Vicia sativa (Ervilhaca)

Pêssego

Dosagem Calda Terrestre
Acanthospermum australe (Carrapicho rasteiro)
Acanthospermum hispidum (Carrapicho de carneiro)
Ageratum conyzoides (Mentrasto)
Alternanthera tenella (Apaga fogo)
Amaranthus hybridus (Caruru roxo)
Amaranthus viridis (Caruru comum)
Avena strigosa (Aveia preta)
Bidens pilosa (Picão preto)
Brachiaria brizantha (Braquiarão)
Brachiaria decumbens (Capim braquiária)
Brachiaria plantaginea (Papuã)
Cenchrus echinatus (Capim carrapicho)
Chamaesyce hirta (Erva de Santa Luzia)
Chenopodium ambrosioides (Erva de santa maria)
Commelina benghalensis (Trapoeraba)
Conyza bonariensis (Buva)
Cynodon dactylon (Grama seda)
Cyperus ferax (Junquinho)
Cyperus rotundus (Tiririca)
Digitaria horizontalis (Capim colchão)
Digitaria insularis (Capim amargoso )
Echinochloa crusgalli (Capim arroz)
Eleusine indica (Capim pé de galinha)
Euphorbia heterophylla (Amendoim bravo)
Galinsoga parviflora (Picão branco)
Ipomoea grandifolia (Corda de viola)
Ipomoea indivisa (Corda de viola)
Ipomoea nil (Corda de viola)
Lolium multiflorum (Azevém)
Malvastrum coromandelianum (Vassourinha)
Panicum maximum (Capim colonião)
Paspalum conjugatum (Capim forquilha)
Paspalum notatum (Grama batatais)
Paspalum paniculatum (Grama touceira)
Portulaca oleracea (Beldroega)
Raphanus raphanistrum (Nabiça)
Raphanus sativus (Rabanete)
Richardia brasiliensis (Poaia branca)
Senecio brasiliensis (Maria Mole)
Sida rhombifolia (Guanxuma)
Sonchus oleraceus (Serralha)
Sorghum bicolor (Sorgo)
Spermacoce latifolia (Erva quente)
Tridax procumbens (Erva de touro)
Vicia sativa (Ervilhaca)

Soja

Dosagem Calda Terrestre
Acanthospermum australe (Carrapicho rasteiro)
Acanthospermum hispidum (Carrapicho de carneiro)
Ageratum conyzoides (Mentrasto)
Alternanthera tenella (Apaga fogo)
Amaranthus hybridus (Caruru roxo)
Amaranthus viridis (Caruru comum)
Avena strigosa (Aveia preta)
Bidens pilosa (Picão preto)
Brachiaria brizantha (Braquiarão)
Brachiaria decumbens (Capim braquiária)
Brachiaria plantaginea (Papuã)
Cenchrus echinatus (Capim carrapicho)
Chamaesyce hirta (Erva de Santa Luzia)
Chenopodium ambrosioides (Erva de santa maria)
Commelina benghalensis (Trapoeraba)
Conyza bonariensis (Buva)
Cynodon dactylon (Grama seda)
Cyperus ferax (Junquinho)
Cyperus rotundus (Tiririca)
Digitaria horizontalis (Capim colchão)
Digitaria insularis (Capim amargoso )
Echinochloa crusgalli (Capim arroz)
Eleusine indica (Capim pé de galinha)
Euphorbia heterophylla (Amendoim bravo)
Galinsoga parviflora (Picão branco)
Ipomoea grandifolia (Corda de viola)
Ipomoea indivisa (Corda de viola)
Ipomoea nil (Corda de viola)
Lolium multiflorum (Azevém)
Malvastrum coromandelianum (Vassourinha)
Panicum maximum (Capim colonião)
Paspalum conjugatum (Capim forquilha)
Paspalum notatum (Grama batatais)
Paspalum paniculatum (Grama touceira)
Portulaca oleracea (Beldroega)
Raphanus raphanistrum (Nabiça)
Raphanus sativus (Rabanete)
Richardia brasiliensis (Poaia branca)
Senecio brasiliensis (Maria Mole)
Sida rhombifolia (Guanxuma)
Sonchus oleraceus (Serralha)
Sorghum bicolor (Sorgo)
Spermacoce latifolia (Erva quente)
Tridax procumbens (Erva de touro)
Vicia sativa (Ervilhaca)

Trigo

Dosagem Calda Terrestre
Acanthospermum australe (Carrapicho rasteiro)
Acanthospermum hispidum (Carrapicho de carneiro)
Ageratum conyzoides (Mentrasto)
Alternanthera tenella (Apaga fogo)
Amaranthus hybridus (Caruru roxo)
Amaranthus viridis (Caruru comum)
Avena strigosa (Aveia preta)
Bidens pilosa (Picão preto)
Brachiaria brizantha (Braquiarão)
Brachiaria decumbens (Capim braquiária)
Brachiaria plantaginea (Papuã)
Cenchrus echinatus (Capim carrapicho)
Chamaesyce hirta (Erva de Santa Luzia)
Chenopodium ambrosioides (Erva de santa maria)
Commelina benghalensis (Trapoeraba)
Conyza bonariensis (Buva)
Cynodon dactylon (Grama seda)
Cyperus ferax (Junquinho)
Cyperus rotundus (Tiririca)
Digitaria horizontalis (Capim colchão)
Digitaria insularis (Capim amargoso )
Echinochloa crusgalli (Capim arroz)
Eleusine indica (Capim pé de galinha)
Euphorbia heterophylla (Amendoim bravo)
Galinsoga parviflora (Picão branco)
Ipomoea grandifolia (Corda de viola)
Ipomoea indivisa (Corda de viola)
Ipomoea nil (Corda de viola)
Lolium multiflorum (Azevém)
Malvastrum coromandelianum (Vassourinha)
Panicum maximum (Capim colonião)
Paspalum conjugatum (Capim forquilha)
Paspalum notatum (Grama batatais)
Paspalum paniculatum (Grama touceira)
Portulaca oleracea (Beldroega)
Raphanus raphanistrum (Nabiça)
Raphanus sativus (Rabanete)
Richardia brasiliensis (Poaia branca)
Senecio brasiliensis (Maria Mole)
Sida rhombifolia (Guanxuma)
Sonchus oleraceus (Serralha)
Sorghum bicolor (Sorgo)
Spermacoce latifolia (Erva quente)
Tridax procumbens (Erva de touro)
Vicia sativa (Ervilhaca)

Uva

Dosagem Calda Terrestre
Acanthospermum australe (Carrapicho rasteiro)
Acanthospermum hispidum (Carrapicho de carneiro)
Ageratum conyzoides (Mentrasto)
Alternanthera tenella (Apaga fogo)
Amaranthus hybridus (Caruru roxo)
Amaranthus viridis (Caruru comum)
Avena strigosa (Aveia preta)
Bidens pilosa (Picão preto)
Brachiaria brizantha (Braquiarão)
Brachiaria decumbens (Capim braquiária)
Brachiaria plantaginea (Papuã)
Cenchrus echinatus (Capim carrapicho)
Chamaesyce hirta (Erva de Santa Luzia)
Chenopodium ambrosioides (Erva de santa maria)
Commelina benghalensis (Trapoeraba)
Conyza bonariensis (Buva)
Cynodon dactylon (Grama seda)
Cyperus ferax (Junquinho)
Cyperus rotundus (Tiririca)
Digitaria horizontalis (Capim colchão)
Digitaria insularis (Capim amargoso )
Echinochloa crusgalli (Capim arroz)
Eleusine indica (Capim pé de galinha)
Euphorbia heterophylla (Amendoim bravo)
Galinsoga parviflora (Picão branco)
Ipomoea grandifolia (Corda de viola)
Ipomoea indivisa (Corda de viola)
Ipomoea nil (Corda de viola)
Lolium multiflorum (Azevém)
Malvastrum coromandelianum (Vassourinha)
Panicum maximum (Capim colonião)
Paspalum conjugatum (Capim forquilha)
Paspalum notatum (Grama batatais)
Paspalum paniculatum (Grama touceira)
Portulaca oleracea (Beldroega)
Raphanus raphanistrum (Nabiça)
Raphanus sativus (Rabanete)
Richardia brasiliensis (Poaia branca)
Senecio brasiliensis (Maria Mole)
Sida rhombifolia (Guanxuma)
Sonchus oleraceus (Serralha)
Sorghum bicolor (Sorgo)
Spermacoce latifolia (Erva quente)
Tridax procumbens (Erva de touro)
Vicia sativa (Ervilhaca)

Tipo: Balde.
Material: Metálico/Plástico.
Capacidade: 1,0 - 5,0 kg.
Tipo: Bombona.
Material: Metálico/Plástico.
Capacidade: 1,0 - 5,0 kg.
Tipo: Frasco.
Material: Metálico/Plástico.
Capacidade: 0,1 - 5,0 kg.
Tipo: Saco.
Material: Plástico aluminizado/Plástico/Fibra celulósica/Fibra celulósica revestida com plástico e alumínio.
Capacidade: 0,1 - 20 kg.

INSTRUÇÕES DE USO DO PRODUTO

MAXIZATO é um herbicida sistêmico não seletivo de ação pós-emergente apresentado como Granulado Dispersível em água. Devido suas propriedades sistêmicas, permite o controle total de plantas daninhas, tanto das mono como das dicotiledôneas, que são atingidas pela ação herbicida não somente na parte aérea, como nas raízes. O produto é absorvido via foliar e penetra na cutícula por difusão. O herbicida atua sobre a atividade enzimática responsável pela formação dos aminoácidos triptofano, tirosina e fenilanina e outros produtos químicos endógenos; inibe a fotossíntese, a síntese dos ácidos nucleicos e estimula a produção de etileno; provoca amarelecimento progressivo das folhas, murchamento e posterior necrose e morte das plantas, o que demora de 7-14 dias. Se aplicado em dias nublados, seu efeito é reduzido, devido à ausência de luminosidade.

CULTURAS INDICADAS

Algodão, Ameixa, Arroz, Banana, Cacau, Café, Cana-de-açúcar, Citros, Maçã, Milho, Nectarina, Pastagens, Pêra, Pêssego, Soja, Trigo e Uva.
• Aplicação em jato dirigido sobre as plantas infestantes, nas culturas de: ameixa, banana, cacau, café, citros, maçã, nectarina, pêra, pêssego e uva.
• Aplicação em área total em pré-plantio (pré-plantio da cultura e pós-emergência das plantas infestantes) – sistema de plantio direto para as culturas de algodão, arroz, cana-de-açúcar, milho, pastagens, soja e trigo.
• Aplicação em área de pousio antecedendo o plantio de algodão, arroz, cana-de-açúcar, milho, pastagens, soja e trigo.
• Aplicação para erradicação de soqueira na cultura da cana-de-açúcar.
• Aplicação em área total, em pós-emergência da soja geneticamente modificada tolerante ao glifosato em áreas de plantio direto ou convencional.

NÚMERO, ÉPOCA E INTERVALO DE APLICAÇÃO

O melhor período para controlar as espécies perenes é próximo ao início da floração. Para as plantas infestantes anuais, o melhor período situa-se entre a fase jovem até o início da formação dos botões florais. Aplicar MAXIZATO quando as plantas infestantes estiverem em boas condições de desenvolvimento vegetativo, sem efeito de estresse hídrico (condições de seca ou excesso de água).
MAXIZATO não tem ação residual sobre sementes existentes no solo.
MAXIZATO, aplicado no período adequado e conforme a recomendação controlará as plantas infestantes com uma única aplicação. No caso específico da Trapoeraba, seguir a recomendação detalhada no Quadro I.
Para a eliminação da soqueira da cana-de-açúcar recomenda-se a aplicação de 2,5 a 3,0 kg p.c./ha. Esta aplicação deve ser feita quando a altura média das folhas estiver entre 0,6 m e 1,0 m medidas a partir do solo.
É fundamental que a aplicação seja feita antes da formação de colmos na soqueira.
Aplicação em pós-emergência da soja geneticamente modificada tolerante ao Glifosato:
• Aplicação única, seguindo os estágios de crescimento e épocas descritas no Quadro II. A melhor época para controle das plantas infestantes em pós-emergência é aos 25 dias após a emergência da cultura, quando as invasoras se encontram em estágio inicial de desenvolvimento.

MODO DE APLICAÇÃO E INFORMAÇÕES SOBRE OS EQUIPAMENTOS DE APLICAÇÃO

O MAXIZATO é aplicado em pós emergência das plantas daninhas através dos equipamentos costais manuais ou tracionados e acionados por tratores e aeronaves registrados pelo MAPA.

PREPARO DA CALDA

Colocar água limpa no tanque do pulverizador até a metade de sua capacidade, após estar regulado com a correta vazão. Adicionar MAXIZATO na dose previamente calculada. Acionar o agitador e completar com água o tanque de pulverização. Ao aplicar o produto não se faz necessário usar o agitador. Diluir a dose de MAXIZATO indicada para cada situação em água e pulverizar sobre as espécies a serem controladas. A aplicação poderá ser feita utilizando-se equipamentos aéreos ou terrestres. Armazenar e manusear apenas em recipientes plásticos, fibra de vidro, alumínio ou aço inoxidável. Não armazenar a solução herbicida em recipientes de ferro galvanizado, ferro ou aço comum.

RECOMENDAÇÃO GERAL

Aplica-se MAXIZATO em faixa, área total ou coroamento, carreadores, curva de nível, ou então, somente onde houver manchas de mato, tomando-se o necessário cuidado para não atingir as partes verdes das plantas úteis (folha, ramos ou caule jovem). No caso de soja geneticamente modificada tolerante ao Glifosato, seguir as recomendações de aplicação indicadas. A eficiência do produto é visualizada entre o 4º e o 10º dia após o tratamento.

APLICAÇÃO TERRESTRE

A aplicação pode ser feita com pulverizadores de barra, com bicos adequados à aplicação de herbicidas, com pressão entre 20 a 40 Lb/pol², utilizando-se um volume de água entre 50 a 250 L/ha.
Observar que esteja ocorrendo uma boa cobertura da área foliar. Para aplicação com pulverizadores costais manuais, verificar as doses por 100 L de água e utilizar vazão aproximada de 200 L/ha. No caso de soja geneticamente modificada tolerante ao Glifosato deve ser utilizado um volume de calda de 120 L/ha.
Para a aplicação do produto, é recomendado utilizar uma tecnologia de aplicação que ofereça uma boa cobertura. O equipamento de pulverização deverá ser adequado para cada tipo de cultura, forma de cultivo e a topografia do terreno. Utilizar gotas de classe Grossa-C ou Muito Grossa –VC. Gotas menores são indicadas para plantas daninhas de maior densidade vegetativa e para locais onde não haja risco de atingir plantas econômicas por deriva. A pressão de trabalho deverá ser selecionada em função do volume de calda e da classe de gotas. Utilizar a menor altura possível da barra para cobertura uniforme, reduzindo a exposição das gotas à evaporação e aos ventos, e consequentemente a deriva. Para determinadas culturas que utilizarem equipamentos específicos, o tamanho das gotas pode ser ajustado e adequado de acordo com cada situação. Na pulverização, é recomendável utilizar técnicas que proporcionem maior cobertura. Consulte um Engenheiro Agrônomo.

APLICAÇÃO AÉREA

Barras com bicos para aeronaves de asa fixa - Ipanema de qualquer modelo.
Volume de calda de 20 a 40 L/ha, altura de voo de 3 a 5 m acima do topo da cultura, com faixa de deposição com 15 m de largura e tamanho de gotas entre 200 a 600 micras.
Densidade mínima de gotas de 20 a 40 gotas/cm².
Bicos de pulverização - bicos de jato cônico ou leque (D10-45, D7-46, 80-10, 80-15) que permitam uma vazão ao redor de 20 a 40 L/ha de calda e produzam gotas com DMV para as condições de aplicação e regulagem entre 200 a 600 micras, com uma deposição mínima de 20 gotas/cm² sem escoamento na folha. Em aviões tipo Ipanema, usa-se de 37 a 42 bicos na asa, sendo que normalmente para se evitar problemas de vórtices de ponta de asa, fecha-se ao redor de 3 bicos em cada raiz de asa e 2 bicos na barriga no pé direito e 1 no pé esquerdo.
Dependendo da altura de voo, da aeronave, do tipo de asa e posição de barra, esta configuração pode-se alterar.
A angulação destes bicos na barra aplicadora vai ser determinante na configuração final do DMV da gota formada.
Utilizar aeronave agrícola registrada pelo MAPA e homologada para operações aero agrícolas pela ANAC. A altura de voo não deve ultrapassar 4,0 m para evitar problemas com deriva.
A altura ideal é de 2 a 3 m acima do alvo, desde que garanta a segurança do voo.
O número de bicos utilizados deve ser o menor número de bicos com maior vazão possível que proporcione uma cobertura uniforme, sendo que devem ser orientados de maneira que o jato esteja dirigido para trás, no sentido paralelo a corrente de ar.
Na pulverização, é recomendado utilizar técnicas que proporcionem maior cobertura. Consulte um Engenheiro Agrônomo.

CONDIÇÕES CLIMÁTICAS PARA A PULVERIZAÇÃO TERRESTRE E AÉREA

As condições climáticas mais favoráveis para a pulverização utilizando equipamentos adequados são:
• Temperatura máxima: 28 ºC;
• Umidade relativa mínima: 55%;
• Velocidade do vento máx.: 10 km/h (3m/s).
Em caso de dúvidas ou mudança de aeronave, realizar testes de campo com papel sensível, ou consultar empresa aplicadora ou o departamento técnico da AGRO IMPORT DO BRASIL LTDA. Consulte sempre um engenheiro agrônomo ou representante da empresa.

RECOMENDAÇÕES DE BOAS PRÁTICAS DE APLICAÇÃO

Evitar as condições de inversão térmica.
Deve-se evitar a aplicação com excesso de velocidade, excesso de pressão, excesso de altura das barras ou aeronave.
Ajustar o tamanho de gotas às condições ambientais, alterando o ângulo relativo dos bicos hidráulicos ou o ângulo das pás do “micronair”.
Os volumes de aplicação e tamanho de gotas maiores são indicados quando as condições ambientais estão próximas dos limites recomendados. Já para lavouras com densa massa foliar, recomendam-se gotas menores e volumes maiores.
O potencial de deriva é determinado pela interação de muitos fatores relativos ao equipamento de pulverização (independente do equipamento utilizado, o tamanho das gotas é um dos fatores mais importantes para evitar a deriva) e ao clima (velocidade do vento, umidade e temperatura), para tanto o tamanho de gotas a ser utilizado deve ser o maior possível, sem prejudicar a boa cobertura da cultura e eficiência.
Não execute aplicação aérea de agrotóxicos em áreas situadas a uma distância inferior a 500 (quinhentos) metros de povoação e de mananciais de captação de água para abastecimento público e de 250 (duzentos e cinquenta) metros de mananciais de água, moradias isoladas, agrupamentos de animais e vegetação suscetível a danos. Observe as disposições constantes na legislação estadual e municipal concernentes às atividades aeroagrícolas.

LIMPEZA DE TANQUE

Logo após o uso, limpar completamente o equipamento de aplicação (tanque, barra, pontas e filtros) realizando a tríplice lavagem antes de utilizá-lo na aplicação de outros produtos/culturas. Recomenda-se a limpeza de todo o sistema de pulverização após cada dia de trabalho, observando as recomendações abaixo:
Antes da primeira lavagem, assegurar-se de esgotar ao máximo a calda presente no tanque. Lavar com água limpa, circulando a água por todo o sistema e deixando esgotar pela barra através das pontas utilizadas. A quantidade de água deve ser a mínima necessária para permitir o correto funcionamento da bomba, agitadores e retornos/aspersores internos do tanque.
Para pulverizadores terrestres, a água de enxague deve ser descartada na própria área aplicada. Para aeronaves, efetuar a limpeza e descarte em local adequado. Encher novamente o tanque com água limpa e agregar uma solução para limpeza de tanque na quantidade indicada pelo fabricante. Manter o sistema de agitação acionado por no mínimo 15 minutos. Proceder o esgotamento do conteúdo do tanque pela barra pulverizadora à pressão de trabalho. Retirar as pontas, filtros, capas e filtros de linha quando existentes e coloca-los em recipiente com água limpa e solução para limpeza de tanque. Realizar a terceira lavagem com água limpa e deixando esgotar pela barra.

INTERVALO DE SEGURANÇA

Algodão, arroz, cana-de-açúcar, milho, pastagem, trigo: Intervalo de segurança não determinado devido à modalidade de emprego.
Banana, cacau, citros, nectarina, pêssego 30 Café, maçã, pêra: 15 dias
Soja: O intervalo de segurança para a cultura da soja é não determinado quando o agrotóxico for aplicado em pós-emergência das plantas infestantes e pré-emergência da cultura. O intervalo de segurança para a cultura da soja geneticamente modificada, que expressa resistência ao glifosato, é de 56 dias, quando o agrotóxico for aplicado em pós-emergência das plantas infestantes e da cultura.
Uva, ameixa: 17 dias

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NAS CULTURAS E ÁREAS TRATADAS

Não entrar nas áreas tratadas sem o equipamento de proteção individual por um período mínimo de aproximadamente 24 horas ou até que a calda pulverizada nas plantas esteja seca. Caso haja necessidade de reentrar nas lavouras ou áreas tratadas antes desse período, usar os EPIs recomendados.

LIMITAÇÕES DE USO

Fitotoxicidade:
Durante a aplicação, deve-se evitar que a solução herbicida atinja as partes úteis das plantas. MAXIZATO não danifica as plantas com caules suberizados, caso os atinja.
Outras restrições
Armazenar e manusear apenas em recipientes plásticos, fibra de vidro, alumínio ou aço inoxidável. Não armazenar a solução herbicida em recipientes de ferro galvanizado, ferro ou aço comum.
Sob ameaça de chuva, suspenda a aplicação. Caso ocorra chuva nas primeiras 4 horas após a aplicação, a eficiência do produto pode diminuir. Este intervalo de tempo é necessário para a absorção do produto pelas folhas e sua translocação pela planta alvo em condições adequadas de desenvolvimento.
Para garantia final de eficiência é essencial que se utilize água limpa (sem argilas em suspensão).
Não aplicar MAXIZATO com as folhas das plantas infestantes cobertas de poeira, porque nestas condições pode diminuir a ação do produto (adsorção).
Não capinar ou roçar o mato antes ou logo após aplicação de MAXIZATO.
Evitar o pastoreio ou ingestão de plantas daninhas por animais logo após a aplicação de MAXIZATO.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA/MMA.

Sempre que houver disponibilidade de informações sobre programas de Manejo Integrado, provenientes da pesquisa pública ou privada, recomenda-se que estes programas sejam implementados.

O uso sucessivo de herbicidas do mesmo mecanismo de ação para o controle do mesmo alvo pode contribuir para o aumento da população da planta daninha alvo resistente a esse mecanismo de ação, levando a perda de eficiência do produto e um consequente prejuízo.
Como prática de manejo de resistência de plantas daninhas e para evitar os problemas com a resistência, seguem algumas recomendações:
- Rotação de herbicidas com mecanismos de ação distintos do Grupo G para o controle do mesmo alvo, quando apropriado.
- Adotar outras práticas de controle de plantas daninhas seguindo as boas práticas agrícolas.
- Utilizar as recomendações de dose e modo de aplicação de acordo com a bula do produto.
- Sempre consultar um engenheiro agrônomo para o direcionamento das principais estratégias regionais para o manejo de resistência e a orientação técnica da aplicação de herbicidas.
- Informações sobre possíveis casos de resistência em plantas daninhas devem ser consultados e, ou, informados à: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas (SBCPD: www.sbcpd.org), Associação Brasileira de Ação à Resistência de Plantas Daninhas aos Herbicidas (HRAC-BR: www.hrac-br.org), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA: www.agricultura.gov.br).

GRUPO G HERBICIDA

MAXIZATO é um herbicida composto por glifosato, sal de amônio que apresenta como mecanismo de ação a inibição da EPSPs (Enoi Piruvil Chiquimato Fosfato Sintase) (Grupo G). O glifosato bloqueia a enzima EPSPs (5-enolpiruvilchiquimato-3-fosfato sintase), que catalisa a ligação dos compostos chiquimato 3- fosfato (S3P) e fosfoenolpiruvato (PEP), produzindo o enolpiruvilchiquimato-3-fosfato e fosfato inorgânico, segundo classificação internacional do HRAC (Associação Brasileira de Ação à Resistência de Plantas Daninhas a Herbicidas).

Produto corrosivo ao ferro galvanizado, ferro ou aço comum.