Bula Delegate - Dow AgroSciences
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,644 (-1,09%)
| Dólar (compra) R$ 5,51 (-1,29%)

Bula Delegate

Espinetoram
14414
Dow AgroSciences

Composição

Espinetoram 250 g/kg

Classificação

Terrestre/Aérea
Inseticida
5 - Produto Improvável de Causar Dano Agudo
II - Produto muito perigoso
Não inflamável
Não corrosivo
Granulado Dispersível (WG)
Não sistêmico

Abóbora

Calda Terrestre Dosagem
Agrotis ipsilon (Lagarta rosca)
Diaphania hyalinata (Broca das cucurbitáceas)
Diaphania nitidalis (Broca dos frutos)
Liriomyza spp (Larva minadora)
Thrips palmi (Tripes)
Thrips tabaci (Tripes do fumo)

Abobrinha

Calda Terrestre Dosagem
Agrotis ipsilon (Lagarta rosca)
Diaphania hyalinata (Broca das cucurbitáceas)
Diaphania nitidalis (Broca dos frutos)
Liriomyza spp (Larva minadora)
Thrips palmi (Tripes)
Thrips tabaci (Tripes do fumo)

Acerola

Calda Terrestre Dosagem
Ceratitis capitata (Mosca do mediterrâneo)

Alho

Calda Terrestre Dosagem
Agrotis ipsilon (Lagarta rosca)
Thrips palmi (Tripes)
Thrips tabaci (Tripes do fumo)

Ameixa

Calda Terrestre Dosagem
Bonagota salubricola (Lagarta-enroladeira)
Ceratitis capitata (Mosca do mediterrâneo)
Frankliniella occidentalis (Tripes)
Grapholita molesta (Mariposa oriental)

Amora negra

Calda Terrestre Dosagem
Automeris memusae (Lagarta das folhas)
Drosophila suzukii (Drosofila)
Frankliniella occidentalis (Tripes)

Azeitona

Calda Terrestre Dosagem
Palpita unionalis (Traça da oliveira)

Batata

Calda Terrestre Dosagem
Chrysodeixis includens (Falsa-Medideira)
Liriomyza huidobrensis (Larva minadora)

Batata yacon

Calda Terrestre Dosagem
Agrotis ipsilon (Lagarta rosca)
Liriomyza sp (Larva minadora)

Batata-doce

Calda Terrestre Dosagem
Megastes pusialis (Broca-do-colo)

Berinjela

Calda Terrestre Dosagem
Agrotis ipsilon (Lagarta rosca)
Frankliniella schultzei (Tripes)
Helicoverpa zea (Lagarta da espiga do milho)
Mechanitis lysimnia (Lagarta das solanáceas)
Neoleucinodes elegantalis (Broca pequena do tomateiro)
Thrips palmi (Tripes)
Thrips tabaci (Tripes do fumo)

Beterraba

Calda Terrestre Dosagem
Agrotis ipsilon (Lagarta rosca)
Liriomyza sp (Larva minadora)

Caju

Calda Terrestre Dosagem
Anacampsis phytomiella (Traça-da-castanha)
Anthistarcha binocularis (Broca-das-pontas)
Cicinnus callipius (Lagarta-saia-justa-do-cajueiro)
Selenothrips rubrocinctus (Tripes)

Caqui

Calda Terrestre Dosagem
Anastrepha fraterculus (Mosca sul americana)
Argyrotaenia sphaleropa (Lagarta das fruteiras)
Heliothrips haemorrhoidalis (Tripes)
Hypocala andremona (Lagarta do caqui)

Cará

Calda Terrestre Dosagem
Chrysodeixis includens (Falsa-Medideira)

Carambola

Calda Terrestre Dosagem
Anastrepha fraterculus (Mosca sul americana)
Bactrocera carambolae (Mosca da carambola)
Ceratitis capitata (Mosca do mediterrâneo)

Cebola

Calda Terrestre Dosagem
Agrotis ipsilon (Lagarta rosca)
Liriomyza spp (Larva minadora)
Spodoptera eridania (Lagarta das folhas)
Thrips palmi (Tripes)
Thrips tabaci (Tripes do fumo)

Chalota

Calda Terrestre Dosagem
Agrotis ipsilon (Lagarta rosca)
Thrips palmi (Tripes)
Thrips tabaci (Tripes do fumo)

Chuchu

Calda Terrestre Dosagem
Agrotis ipsilon (Lagarta rosca)
Diaphania hyalinata (Broca das cucurbitáceas)

Citros

Calda Terrestre Dosagem
Diaphorina citri (Psilideo)
Ecdytolopha aurantiana (Bicho furão)

Figo

Calda Terrestre Dosagem
Azochis gripusalis (Broca da figueira)
Zaprionus indianus (Mosca-do-figo)

Framboesa

Calda Terrestre Dosagem
Drosophila suzukii (Drosofila)
Frankliniella occidentalis (Tripes)

Gengibre

Calda Terrestre Dosagem
Agrotis ipsilon (Lagarta rosca)
Elasmopalpus lignosellus (Broca do colo)
Mocis latipes (Curuquerê dos capinzais)

Goiaba

Calda Terrestre Dosagem
Anastrepha fraterculus (Mosca sul americana)
Ceratitis capitata (Mosca do mediterrâneo)
Selenothrips rubrocinctus (Tripes)

Inhame

Calda Terrestre Dosagem
Chrysodeixis includens (Falsa-Medideira)

Jiló

Calda Terrestre Dosagem
Agrotis ipsilon (Lagarta rosca)
Frankliniella schultzei (Tripes)
Helicoverpa zea (Lagarta da espiga do milho)
Neoleucinodes elegantalis (Broca pequena do tomateiro)
Thrips palmi (Tripes)
Thrips tabaci (Tripes do fumo)

Maçã

Calda Terrestre Dosagem
Bonagota cranaodes (Lagarta enroladeira)
Grapholita molesta (Mariposa oriental)

Mandioca

Calda Terrestre Dosagem
Erinnyis ello (Mandarová)
Frankliniella williamsi (Tripes)
Neosilba perezi (Mosca do broto)
Scirtothrips manihoti (Tripes-da-mandioca)

Mandioquinha-salsa

Calda Terrestre Dosagem
Agrotis ipsilon (Lagarta rosca)

Mangaba

Calda Terrestre Dosagem
Anastrepha fraterculus (Mosca sul americana)
Ceratitis capitata (Mosca do mediterrâneo)

Marmelo

Calda Terrestre Dosagem
Anastrepha fraterculus (Mosca sul americana)
Grapholita molesta (Mariposa oriental)

Maxixe

Calda Terrestre Dosagem
Agrotis ipsilon (Lagarta rosca)
Liriomyza spp (Larva minadora)

Melancia

Calda Terrestre Dosagem
Agrotis ipsilon (Lagarta rosca)
Diaphania hyalinata (Broca das cucurbitáceas)
Diaphania nitidalis (Broca dos frutos)
Frankliniella schultzei (Tripes)
Haplothrips gowdeyi (Tripes)
Liriomyza spp (Larva minadora)
Thrips palmi (Tripes)
Thrips tabaci (Tripes do fumo)

Melão

Calda Terrestre Dosagem
Liriomyza trifolii (Larva minadora)

Mirtilo

Calda Terrestre Dosagem
Drosophila suzukii (Drosofila)
Tolype innocens (Lagarta-urticante)

Morango

Calda Terrestre Dosagem
Frankliniella occidentalis (Tripes)

Nabo

Calda Terrestre Dosagem
Agrotis ipsilon (Lagarta rosca)
Ascia monuste orseis (Lagarta da couve)
Plutella xylostella (Traças das crucíferas)
Trichoplusia ni (Trichoplusia)

Nectarina

Calda Terrestre Dosagem
Anastrepha fraterculus (Mosca sul americana)
Grapholita molesta (Mariposa oriental)

Nêspera

Calda Terrestre Dosagem
Anastrepha fraterculus (Mosca sul americana)
Grapholita molesta (Mariposa oriental)

Pepino

Calda Terrestre Dosagem
Frankliniella occidentalis (Tripes)
Thrips palmi (Tripes)

Pera

Calda Terrestre Dosagem
Anastrepha fraterculus (Mosca sul americana)
Grapholita molesta (Mariposa oriental)

Pêssego

Calda Terrestre Dosagem
Anastrepha fraterculus (Mosca sul americana)
Argyrotaenia sphaleropa (Lagarta das fruteiras)
Grapholita molesta (Mariposa oriental)

Pimenta

Calda Terrestre Dosagem
Agrotis ipsilon (Lagarta rosca)
Ceratitis capitata (Mosca do mediterrâneo)
Frankliniella schultzei (Tripes)
Liriomyza spp (Larva minadora)
Thrips palmi (Tripes)
Thrips tabaci (Tripes do fumo)
Tuta absoluta (Traça do tomateiro)

Pimentão

Calda Terrestre Dosagem
Frankliniella occidentalis (Tripes)

Pitanga

Calda Terrestre Dosagem
Timocratica palpalis (Broca das mirtáceas)

Plantas ornamentais

Calda Terrestre Dosagem
Amauromyza maculosa (Mosca minadora)
Frankliniella sp (Tripes)
Liriomyza huidobrensis (Larva minadora)
Liriomyza sativae (Minador de folhas)
Thrips sp (Tripes)

Quiabo

Calda Terrestre Dosagem
Agrotis ipsilon (Lagarta rosca)
Frankliniella schultzei (Tripes)
Helicoverpa armigera (Helicoverpa)
Pectinophora gossypiella (Lagarta rosada)

Rabanete

Calda Terrestre Dosagem
Agrotis ipsilon (Lagarta rosca)
Ascia monuste orseis (Lagarta da couve)
Plutella xylostella (Traças das crucíferas)
Trichoplusia ni (Trichoplusia)

Seriguela

Calda Terrestre Dosagem
Ceratitis capitata (Mosca do mediterrâneo)
Frankliniella schultzei (Tripes)

Tomate

Calda Terrestre Dosagem
Frankliniella occidentalis (Tripes)
Helicoverpa armigera (Helicoverpa)
Liriomyza huidobrensis (Larva minadora)
Neoleucinodes elegantalis (Broca pequena do tomateiro)
Tuta absoluta (Traça do tomateiro)

Uva

Calda Terrestre Dosagem
Argyrotaenia sphaleropa (Lagarta das fruteiras)
Cryptoblades gnidiella (Traça dos cachos)
Drosophila suzukii (Drosofila)
Frankliniella gemina (Tripes)
Frankliniella schultzei (Tripes)
Lasiothyris luminosa (Traça-da-videira)
Spodoptera eridania (Lagarta das folhas)

Frasco - plástico - 0,03; 0,04; 0,05; 0,06; 0,09; 0,1; 0,12; 0,15; 0,18; 0,2; 0,24; 0,3; 0,4; 0,5; 1,0 kg
Saco - Hidrssolúvel - 0,03; 0,04; 0,05; 0,06; 0,09; 0,1; 0,12; 0,15; 0,18; 0,2; 0,24; 0,3; 0,4; 0,5 kg
Saco - plástico - 0,03; 0,04; 0,05; 0,06; 0,09; 0,1; 0,12; 0,15; 0,18; 0,2; 0,24; 0,3; 0,4; 0,5; 1,0; 1,2; 2,4; 5,0; 10 kg
Saco - metalizado - 0,1; 0,12; 0,2; 0,24; 0,3; 0,4; 0,5; 1,0; 1,2; 2,4; 5,0; 10 kg
Tambor - metálico/plástico - 50; 100; 200 kg

INSTRUÇÕES DE USO

DELEGATE é um inseticida não sistêmico recomendado para o controle de pragas nas culturas de Abóbora, Abobrinha, Acerola, Alho, Ameixa, Amora, Azeitona, Batata, Batata doce, Batata Yacon, Berinjela, Beterraba, Caju, Caqui, Cará, Carambola, Cebola, Chalota, Chuchu, Citros, Crisântemo, Figo, Framboesa, Gengibre, Goiaba, Inhame, Jiló, Maçã, Mandioca, Mandioquinha-salsa, Mangaba, Marmelo, Maxixe, Melancia, Melão, Mirtilo, Morango, Nabo, Nectarina, Nêspera, Pepino, Pera, Pêssego, Pimenta, Pimentão, Pitanga, Quiabo, Rabanete, Siriguela, Tomate e Uva.

MODO E EQUIPAMENTOS DE APLICAÇÃO

Delegate poderá ser aplicado por meio de pulverizadores costais (manual ou motorizado) e tratorizados. Para os cultivos de Maçã e Citros poderão ser utilizados atomizadores costais ou motorizados. Para os cultivos da Maçã, Citros e Batata também poderão ser empregadas aeronaves agrícolas equipadas com barras e pontas específicas. O volume de calda varia de acordo com a cultura, devendo ser aplicado em quantidade de água suficiente para uma cobertura completa e uniforme das plantas.
Aplicações Terrestres:
Os parâmetros de aplicação através de equipamento tratorizado ou costal, como tipo de pontas, pressão de trabalho, entre outros, deverão seguir as recomendações do modelo do pulverizador definido pelo fabricante e as recomendações do Engenheiro Agrônomo, seguindo as boas práticas agrícolas.
Aplicações com Aeronaves Agrícolas:
Esta modalidade de aplicação pode ser utilizada para as culturas da Maçã, Citros e Batata. Recomenda-se a utilização de barras com pontas específicas ou atomizadores rotativos do tipo “Micronair” que proporcionem um volume de calda de 40 L/ha, sempre procurando obter uma boa cobertura na aplicação. Toda aplicação com aeronave agrícola deve ser controlada/monitorada por GPS.

CONDIÇÕES CLIMÁTICAS

Deve-se observar as condições climáticas ideais para a aplicação do produto, tais como:
- Temperatura ambiente: igual ou inferior a 30ºC.
- Umidade relativa do ar: acima de 50%.
- Velocidade do vento: calmo (entre 2 e 10 km/h).
Para outros parâmetros referentes à tecnologia de aplicação, seguir as recomendações técnicas indicadas pela pesquisa e/ou assistência técnica da região, sempre sob orientação de um engenheiro agrônomo.

INTERVALO DE SEGURANÇA

Abóbora, Abobrinha, Acerola, Ameixa, Amora, Azeitona, Berinjela, Caju, Caqui, Carambola, Chuchu, Figo, Framboesa, Goiaba, Jiló, Maçã, Mangaba, Marmelo, Maxixe, Melancia, Melão, Mirtilo, Morango, Nectarina, Nêspera, Pepino, Pêssego, Pimenta, Pimentão, Pitanga, Quiabo, Seriguela e Uva: 3 dias
Alho, Batata doce, Batata yacon, Batata, Beterraba, Cará, Cebola, Chalota, Citros, Gengibre, Inhame, Mandioca, Mandioquinha-salsa, Nabo, Pera, Rabanete e Tomate: 1 dia.
Plantas ornamentais cultivadas em ambiente protegido: Uso não alimentar.

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NAS CULTURAS E ÁREAS TRATADAS

Não entre na área em que o produto foi aplicado antes da secagem completa da calda (no mínimo 24 horas após a aplicação). Caso necessite entrar antes desse período, utilize os equipamentos de proteção individual (EPI's) recomendados para o uso durante a aplicação.

LIMITAÇÕES DE USO

Nenhuma limitação de uso é conhecida. Para maiores informações consulte um Engenheiro Agrônomo.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA/MMA.

Incluir outros métodos de controle de insetos (ex. Controle Cultural, Biologico, etc..) dentro do programa de Manejo Integrado de Pragas (MIP) quando disponível e apropriado.

GRUPO 5 INSETICIDA

A resistência de pragas a agrotóxicos ou qualquer outro agente de controle pode tornar-se um problema econômico, ou seja, fracassos no controle da praga podem ser observados devido à resistência.
O inseticida Delegate pertence ao grupo 5 (Moduladores alostéricos de receptores nicotínicos da acetilcolina - Espinosinas) e o uso repetido deste inseticida ou de outro produto do mesmo grupo pode aumentar o risco de desenvolvimento de populações resistentes em algumas culturas.
Para manter a eficácia e longevidade do Delegate como uma ferramenta útil de manejo de pragas agrícolas, é necessário seguir as seguintes estratégias que podem prevenir, retardar ou reverter a evolução da resistência.
Adotar as práticas de manejo a inseticidas, tais como:
• Rotacionar produtos com mecanismo de ação distinto do Grupo 5. Sempre rotacionar com produtos de mecanismo de ação efetivos para a praga alvo.
• Usar Delegate ou outro produto do mesmo grupo químico somente dentro de um “intervalo de aplicação” (janelas) de cerca de 30 dias.
• Aplicações sucessivas de Delegate podem ser feitas desde que o período residual total do “intervalo de aplicações” não exceda o período de uma geração da praga-alvo.
• Seguir as recomendações de bula quanto ao número máximo de aplicações permitidas. No caso específico do Delegate, o período total de exposição (número de dias) a inseticidas do grupo químico das Espinosinas não deve exceder 50% do ciclo da cultura ou 50% do número total de aplicações recomendadas na bula.
• Respeitar o intervalo de aplicação para a reutilização do Delegate ou outros produtos do Grupo 5 quando for necessário.
• Sempre que possível, realizar as aplicações direcionadas às fases mais suscetíveis das pragas a serem controladas.
• Adotar outras táticas de controle, previstas no Manejo Integrado de Pragas (MIP) como rotação de culturas, controle biológico, controle por comportamento, etc., sempre que disponível e apropriado.
• Utilizar as recomendações de dose e modalidade de aplicação de acordo com a bula do produto.
• Sempre consultar um Engenheiro Agrônomo para o direcionamento das principais estratégias regionais para o manejo de resistência e para a orientação técnica na aplicação de inseticidas.
• Informações sobre possíveis casos de resistência em insetos e ácaros devem ser encaminhados para o IRAC-BR (www.irac-br.org), ou para o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (www.agricultura.gov.br).